http://i1295.photobucket.com/albums/b634/Katleyy/letras-Coacutepia3_zpscc96821c.png

terça-feira, 30 de novembro de 2010

"Admirador Secreto", por Paula Perleques

Feliz encontro Filhas e Filhos das Trevas!

Hoje deixo-vos com mais um fantástica da nossa querida e incessante Paula Perleques.

Admirador Secreto, por Paula Perleques

De barco andava eu passeando,
Quando de repente
Uma tempestade veio
E o barco naufragou.

Nos destroços me agarrei
E as ondas me empurraram
À praia fui parar.

Assustada fiquei
Por ninguém ver,
Música comecei a ouvir
Em sua direcção segui.

Escondida fiquei
Atrás de algo,
Admirada fiquei
Pois só podia estar alucinar.

Um guincho soltei
Quando alguém,
Diante de mim surgiu,
De costas caí
Com o susto que apanhei.

De trás de mim
Uma mulher surgiu,
seu rosto estranho era
Furiosa para mim se dirigia.

Salva fui
Por um sujeito,
Seu rosto estranho era
Serenidade transmitia.

Ambos discutiram
Furiosa ela estava,
Em meu braço
Ele agarrou.

Os sentidos perdi
Não me perguntem como,
Numa praia junto a rochas
Os recuperei,
Rodeada de bombeiros estava.

Era uma praia
Não naquela da noite anterior,
Para casa regressei,
Um sonho, só poderia ser.

Passados alguns dias
Rosas comecei a receber,
Surpresa fiquei
Pois não traziam cartão.
Um dia por fim
Cartão trazia,
Um encontro era
Junto à praia era e à noite seria.

Quando cheguei à praia
Deserta estava,
Na areia me sentei
À espera fiquei.

Horas passaram
Ninguém aparecia,
Da areia me levantei
Caminhar comecei,
Para me ir embora.
Quando um barco surgiu
E dele um homem atraente saiu,
Admirada fiquei
Presa fiquei no seu encanto.

Um ramo de rosas ofereceu
E em seu barco convidou a entrar,
Retrair me senti
Acabando por ceder.

Sua mão esticou
E nela peguei,
Fria e suave era
"Não tenhas medo" - disse ele.

Em meus olhos uma venda colocou
E de barco partimos,
Depois de pararmos
Ao colo me agarrou
e do barco saímos.
No chão me colocou
E a venda não tirou,
Em minha mão pegou
O caminho me guiou.

Música comecei a ouvir
E a venda me tirou,
Meus olhos abri
E tudo parou.
Uma mulher furiosa
Para mim se dirigia
Seu rosto estranho era,
"Impossível ter cido um sonho,
Pois tudo isto é real" - disse eu.

Recuando comecei
Assustada estava,
Em minha frente ele se colocou
Impedindo que ela me atacasse.

Sua mão fria
Em meu rosto colocou,
"Vampiros nós somos" - disse ele.
De olhos arregalados fiquei
De tão grande surpresa.

Seus lábios nos meus tocaram
Seu beijo suave era,
Seu amor por mim declarou
Sem palavras me deixou.

Um outro Vampiro
Para mim se dirigiu
Sua bênção deu,
Seu pai, só poderia ser,
Para tal fazer.

"Nada receis
Entre amigos estás,
Um dia sim,
Talvez te transforme
Em Vampira, se assim o desejares."

Surpresa fiquei,
Nada disse,
Em seus braços mergulhei
Pelo meu coração me rendi.


Não se esqueçam de comentarem! E já sabem enviem os vossos poemas para o email jwalter2412@gmail.com.

Benditos sejam!

Uma história de amizade

Olá Filhos e Filhas das Trevas!

Venho hoje partilhar com vocês uma história de amizade desenvolvida graças ao nosso blogue. Ficamos muito contentes por contribuirmos, não só para vos informar, mas par vos ajudar a descobrir novas amizades. Aqui vai:

Olá!
Queria vos agradecer, tipo muito, sem o vosso blog eu não tinha conhecido uma das pessoas mais importante da minha vida (:
Eu conto a história para perceberem melhor:
Uns dias depois de eu ler o primeiro livro da saga, andei a procurar cenas na net sobre ela e encontrei o vosso blog, passei a ir lá todos os dias, a falar no chat e afins.
Um dia apareceu uma rapariguinha e eu por acaso comecei a falar com ela, falámos sobre coisas da saga e a partir daí, sempre que a apanhava lá falávamos falávamos e falávamos até que uma vez a chat box pifou e nós trocamos os mails pelo sim pelo não. Tínhamos tantas coisas em comum que nos tratávamos por Gémeas (e ainda tratamos), eu era a Shaunee por gostar de calor e ela era a Erin por gostar de frio. Rimo-nos tanto com isto, chegámos a acabar as frases uma da outra e às vezes isso ainda acontece.
Digo-vos a desde esse dia não passo um único sem falar com ela e quando não falo sinto-me vazia. Ela passou a ser e ainda é a minha melhor amiga, a pessoa a quem eu recorro todos os dias, a pessoa com quem eu desabafo, a pessoa que me faz sorrir, a pessoa que me faz mais falta do que qualquer um dos outros que passa os dias comigo. Sim só nos vimos uma vez, sim ainda nem fez um ano que nos conhecemos, sim falamos só por msn e por telemóvel mas podem ter a certeza, mais ninguém me completa tanto como a minha Gémea e devo-vos isso.
Obrigado, sem o vosso blog a minha mana não fazia parte da minha vida e sinceramente, não sei o que iria fazer sem ela!
Mais uma vez, obrigado obrigado obrigado, mil obrigados!! *-*

Beijinhos,
Catarina


Felicidades às gémeas ;)

Ps: Este poste foi feito com autorização da autora do e-mail.


Que Nyx vos abençoe!

sábado, 27 de novembro de 2010

Sugestão Literária: Sangue Felino

Olá Filhos e Filhas das Trevas!

Trago-vos hoje uma nova sugestão literária, o 6º volume da saga Sangue Fresco denominada Sangue Felino. Ora vejam:


Sangue Felino

* Charlaine Harris

A série que já conquistou também os tops em Portugal e vendeu mais de 17 Milhões de exemplares nos E.U.A.

Traída pelo seu namorado vampiro de longa data, Sookie Stackhouse, empregada de bar do Louisiana, vê-se obrigada não apenas a lidar com um possível novo homem na sua vida (Quinn, um metamorfo muito atraente), mas também com uma cimeira de vampiros há muito agendada. Com o seu poder enfraquecido pelos estragos do furacão em Nova Orleães, a rainha dos vampiros locais encontra-se em posição vulnerável perante todos aqueles que anseiam roubar o seu poder. Sookie vê-se obrigada a decidir de que lado ficará. E a sua escolha poderá significar a diferença entre a sobrevivência e a catástrofe completa...

Para comprar clica na foto


Que Nyx vos abençoe!

O essencial para cada iniciado da Casa da Noite - elementos

Feliz encontro Filhos e Filhas das Trevas

A religião vampyra baseia-se na adoração a Nyx e aos cinco elementos (Fogo, Água, Terra, Ar e Espírito), há mesmo quem diga que Nyx é a personificação do espírito (se Nyx é a personificação do espírito quem serão as personificações dos outros elementos :S).

Na Casa da Noite a "manada de marrados" representa todos os 5 elementos (Shaunee - Fogo, Erin - Água, Stevie Rae - Terra, Damien - Ar e Zoey - Espírito) e quando eles formam o círculo irá ficar numa forma semelhante a que vêem na imagem, excepto que o espírito fica no meio.



Na realidade, segundo a crença pagã o cosmos (todo o universo) foi criado a partir dos cinco elementos. É nisto e noutros aspectos que a religião vampyra se compara a Wicca, pois na Wicca também se adora uma Deusa e um Deus (comparando um pouco com Nyx e Erebus) e os cinco elementos (apesar de na Wicca em vez de chamarem espírito chamam Éter, mas que basicamente representa o mesmo que representa o espírito).

Durante os próximos dias, irei postar mais detalhadamente sobre cada elemento, para já fica este resumo.

Espero que tenham gostado.
Benditos sejam! ;)

Novo Mp3

Olá Filhos e Filhas das Trevas!

Hoje trago-vos um novo mp3 para o blogue. Eu tentei reduzir o volume, mas o site está com algum bug que não deixa diminuir, por isso terão vocês que baixar nas vossas colunas, desculpem.

Espero que gostem das novas músicas:






Que Nyx vos abençoe!

Fanfic Forgiven: Atraso

Olá Filhos e Filhas das Trevas!

Bem, a fanfic Forgiven não será postada esta semana por motivos pessoais, mas para a semana cá estará ela, possivelmente com dois capitulos.


Que Nyx vos abençoe!

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

O essencial para cada iniciado da Casa da Noite - Freya

Feliz encontro Filhos e Filhas das Trevas


Em 1270, uma alta sacerdotisa vampyra chamada Freya descobriu um lugar para uma nova Casa da Noite escandinava, onde ela viveu com os seus extraordinários gatos da floresta.

Infelizmente, não tenho mais informação sobre a Freya relativamente a Casa da Noite, pois não me lembro se existe alguma referência nos livros, talvez exista nos livros que ainda não saíram em português. Vou tentar informar-me e quando souber de mais alguma referência irei modificar este post.

Isto é uma imagem de Freyja.
Na mitologia nórdica, Freyja (que no nórdico antigo significava Senhora) é uma deusa associada ao amor, beleza, fertilidade, ouro, feitiçaria (seiõr, seiõr é um termo em nórdico antigo que se refere a um tipo específico de feitiçaria, praticado pelos nórdicos pré-cristãos), guerra e morte. Freyja era também a deusa das Valquírias.

As Valquírias são guerreiras imortais, que escolhiam quem morria ou não em batalha. Elas depois iriam levar os seus escolhidos ao salão de Valhalla (equivalente ao Olimpo, mas para os deuses nórdicos) perante Odin (deus supremo).

Espero que tenham gostado.
Que Nyx vos acompanhe. ;)

Actualização PC's Blog

Feliz encontro Filhas e Filhos das Trevas!

A nossa querida PC Cast actualizou o seu blog, para nos dar conhecimento da nova peça de joalharia Hon da Fire Goddess (http://www.firegoddess.com). Aqui fica...


Fica o mistério de quem pertence a asa, que só será desvendado depois da leitura de Awakened. É mesmo mazinha, além de não nos revelar pormenores ainda nos deixa com esta dúvida! xD Aceitam-se sugestões! hehehe ;DDD

Benditos sejam!

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Universo Unforgiven Souls: é a tua oportunidade!!!

Feliz encontro Filhas e Filhos das Trevas!


Venho agora informar que o projecto Unforgiven Souls está aberta às inscrições de fãs e apreciadores do projecto, aqui fica o comunicado...


Devido à falta de actualizações nós, THE UNFORGIVEN SOULS TEAM, resolvemos pedir à pessoa que criou este blog com o objectivo de vos informar sobre o nosso mundo, a possibilidade de termos acesso a ele para que pudesse passar por uma nova fase.
E Será isso que vai acontecer nos próximos tempos.
Quem desejar fazer parte deste blog de fãs, por favor inscreva-se em

theunforgivensouls@hotmail.com

Terão acesso ao mundo TUS, bem como ao contacto com as autoras actuais do projecto,
Novidades mesmo antes de serem lançadas entre outras coisas.
Existirão muitas novidades neste nosso mundo,
Desejamos apenas que existam pessoas que o queiram mostrar para o resto do mundo.


Quem se juntar à equipa irá também ter acesso a certas partes especiais por parte dos autores e direito a uma surpresa!

A equipa The Unforgiven Souls está à espera da vossa colaboração neste projecto fantástico, juntem-se à equipa!

Benditos sejam!

Drácula de Bram Stoker: Compra online

Feliz encontro Filhas e Filhos das Trevas!




Em resposta à "menina algarvia" que perguntou onde poderia comprar o Drácula de Bram Stoker, aqui fica a informação que ele pode ser encomendado online pelo site da Fnac, onde existem várias edições com preços diferentes, aqui fica o link de uma dessas edições.

Benditos sejam!

O essencial para cada iniciado da Casa da Noite - athame

Feliz encontro Filhos e Filhas das Trevas


Este primeiro post vai ser sobre o athame.
Um athame é um punhal usado apenas para rituais. Pode ser usado por uma sacerdotisa, por exemplo, no ritual de Protecção do Fogo e noutros rituais. Quando nos livros falam de facas usadas em rituais, normalmente são athames.

A imagem ao lado é de um athame real, pois os athames existem mesmo.

O athame é um punhal cerimonial com dois gumes, é um de vários utensílios mágicos usados em religiões neo-pagãs, como a Wicca, e muitas tradições de bruxaria.

Apesar de estar ligado muitas vezes a sacrifícios, ou derramamento de sangue (como, por exemplo, nos rituais da Casa da Noite), o athame não é usado para cortar. O athame surge mais como um canalizador de energia, assim como uma varinha (muitas vezes o athame é usado em vez de uma varinha).

Por isso não usem um athame para se cortarem, a não ser que façam parte duma religião de vampyros claro. :P
Espero que tenham gostado.
Benditos sejam ;)

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Nova fala de Awakened

Olá Filhos e Filhas das Trevas!

Foi divulgada uma nova fala do novo livro Awakened, que nós iremos traduzir agora.

"Olhem. Nós não temos tempo para ser cuidadosos com os sentimentos da Zoey. Ela tem que se por no seu papel de Alta Sacerdotisa adulta e ocupar-se do assunto." Afrodite.


Ui, ansiosos? x')


Que Nyx vos abençoe!

O essencial para cada iniciado da Casa da Noite

Feliz encontro Filhos e Filhas das Trevas

Não sei se conhecem o fledgling essencials (traduzindo o essencial para os iniciados) que existe no site oficial da House of Night Series fledglingessencials . Ao longo dos próximos dias, vou postando posts com informações semelhantes, mas em português. Vou por a informação que essa página tem e por ventura por alguma informação sobre esses mesmos itens na realidade.
Se alguém depois tiver alguma sugestão ao que eu postar, esteja a vontade.

Fiquem bem e que Nyx vos acompanhe ;)

Drácula, de Bram Stoker

Feliz encontro Filhas e Filhos das Trevas!

Trago-vos uma sugestão de leitura. Um livro que a nossa querida Zoey Redbird adora e que lhe foi oferecido pela sua avó no dia em que completava mais um aniversário e véspera de Natal.
Este romance foi publicado em 1897, sem duvida é um dos contos mais famosos sobre vampiros e tem como protagonista o famoso Conde Drácula.
Em 1992 foi adoptado para cinema.


Espero que gostem!

Benditos sejam!

Evernight, de Claudia Gray

Feliz encontro Filhas e Filhos das Trevas!

Trago-vos agora mais uma sugestão, a qual já era para vos ter informado e, agora, quando vi a sua crítica no Blog Bela Lugosi is Dead não hesitei em vos dar conhecimento, tanto de algumas informações, como da crítica da autoria da Joana Cardoso.
Espero que gostem!



Título original: Evernight (2008)
Autor: Claudia Gray
Tradução: Raquel Lopes
Editora: Planeta Manuscrito (2010)

Sinopse:

Bianca nem acredita que os pais a vão obrigar a ir para o colégio Evernight. Tudo o que ela quer é fugir de lá. É um lugar sombrio, que transmite uma constante sensação de mal-estar. Em Evernight sente-se que o mal absoluto vagueia por perto. Além disso, a nossa protagonista não se consegue sentir integrada no colégio. Ao apresentar-se aos seus colegas snobes, irritantes e muito inteligentes, estes catalogam-na logo como uma forasteira.

É neste ambiente que Bianca conhece Lucas, um rapaz que, como ela, não se enquadra e que se rebela contra o ambiente que se vive em Evernight. Entre eles surge automaticamente uma ligação que não pode ser negada. E é a partir daqui que começam os problemas a sério.


Crítica:
Evernight é uma história direccionada para um público mais jovem. Apesar de ser mais uma história que mete vampiros, tenho que admitir que foi uma agradável surpresa. Dando uma volta de 180º aos factos que esperávamos encontrar, somos completamente apanhados de surpresa. E este é o ponto mais forte de Claudia Gray, o facto de conseguir criar momentos inesperados e que vão contra tudo aquilo de que estamos à espera, sem no entanto levar a que se sinta uma quebra no ritmo da história.

A escrita da autora é bastante fluída e cativante e mantém sempre o mesmo ritmo na narrativa, sem recorrer a grandes descrições dos acontecimentos. Claudia Gray consegue transmitir bem as suas ideias. No entanto, o tipo de linguagem e situações que encontramos no livro, são típicas de jovens e isso, é o único aspecto em que a história deixa um pouco a desejar. Inclusive, poderia ter sido muito melhor se tivesse um tom mais negro, ainda que deixasse de ser direccionada para um público-alvo mais jovem.

Evernight é sem sombra de dúvidas um bom livro bastante bom para entreter e ajudar a descontrair. – Joana Cardoso



Benditos sejam!

terça-feira, 23 de novembro de 2010

Extras de "Criaturas Maravilhosas"

Feliz encontro Filhas e Filhos das Trevas!

No seguimento do meu post anterior, deixo-vos agora com mais uns extras do livro "Criaturas Maravilhosas". Espero que gostem!




Para ler os primeiros capítulos

Para ver os book traillers

Para apreciares e ficares a conhecer as diferentes capas dos países



Fonte: Criaturas Maravilhosas

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Novo "aluno" da Casa da Noite Portugal

Boas Filhos e Filhas das Trevas
Sou o Afonso e sou um novo iniciado neste Grande Casa. Sempre que houver novidades e/ou actualizações podem contar comigo para vos informar. ;)

Que Nyx vos acompanhe!

domingo, 21 de novembro de 2010

Fanfic: Confused - Capitulo 17

Capítulo 17

-Vá, qual é que me fica melhor? – Pergunta-me Zoey estendendo dois vestidos giríssimos em cada mão e pondo-os à vez em frente a si.
-Humm, acho que é melhor experimentares os dois – Aconselho-a
Ela olha-se ao espelho e acaba por seguir o meu conselho, encaminhando-se aos provadores. Eu dou mais uma vista de olhos nas prateleiras mas continuo sem encontrar algo com o qual me sinta bem.
Eu e Zoey estamos nesta missão de encontrar “O vestido” para “O baile” da casa da noite da noite, desde manhã/noite. As lojas deste centro comercial fecham às 2 da manhã exclusivamente hoje, pois este bailesinho afinal é um evento que, visto a nível mundial, é algo inédito e que dá bastantes louros a esta casa da noite. Ou seja, a Neferet.
Que raio de lógica que decidi fazer logo pela manha/noite…
A verdade é que hoje não estou lá muito bem-disposta.
Não, não estou prestes a vomitar ou assim, apenas não dormi bem pois a visita da Deusa foi algo que me deixou a boiar entre mil e um pensamentos e que me ocupou metade da noite/dia…. Enfim. Ao menos não me pediu para evitar que caísse um meteoro na terra, ai seria mais complicado de lidar com a situação.
Voltei a dar uma nova vista de olhos nos vestidos amontoados que estavam em saldos mas nada.
Nada que eu acha-se que me ficaria bem.
Nada que fosse a minha cara.
Sou muuuito complicada!
Suspirei.
Estava uma bomba de preocupações e não podia deixar que um vestidinho para um baile me afecta-se.
Zoey saiu dos provadores, vestida com um lindo vestido de seda marrom justo e curto, mas não como os que usa a Barbie ou o seu clã. O de Zoey assentava-lhe na perfeição.
-Nem experimentes o outro, esse é perfeito! – Exclamei
Ela sorriu-me e, esticando o dedo indicador, gesticulou não.
-Este vestido é mais que perfeito, é um autêntico “CMFP”!
-CMFP?
-Completamente Maravilhoso Fantástico e Perfeito.
-Isso soa bem, é pena eu não ter encontrado o meu CMFP.
-Ohhh, experimentamos outra loja ok? – Consola-me Zoey
Quando estamos a sair da loja, encontramos a gémeas que correm na nossa direcção.
-Então Zo – Cumprimentam
-Depois olham para mim confusas e trocam um olhar entra elas, acenam e voltam a olhar para mim
-Então… Mia – Diz Shaunee
-Pois, queremos falar contigo – Explica Erin
-Mais precisamente, humm, pedir-te desculpas – Explica Shaunee
Olho para elas e consigo sentir a sinceridade a transbordar das suas palavras.
-Eu não agi bem com vocês, zanguei-me sem saber porque, desculpem - Disse antes de elas falarem pois sabia que a culpa tinha sido quase toda minha.
-Amigas? – Perguntei
-Claro, não achas gémea?
-Claríssimo gémea, é como preto no branco – Disse Erin
Rimo-nos e abraçamo-nos as 4.
-Ok, agora vamos encontrar o CMFP da Mia, depois é que vêm as explicações.
Shaunee sorriu
-Ainda não encontras-te o teu CMFP?
Neguei com a cabeça.
-És das nossas – Afirmou Erin
-Yap, ainda não encontramos os nossos vestidos, mas havemos de conseguir. – Disse Shaunee convicta
-Encontraremos – Disse, não tão segura como elas demonstravam (e realmente estavam).
O resto da manhã passou-se a correr. As gémeas entravam sempre nas lojas mais caras e que eu não podia pagar, mas elas não pareciam preocupadas com isso. Talvez tivessem roubado o cartão de crédito dourado de Afrodite.
Numa loja mais baratinha do que as extravagantes às que as gémeas entravam, lá encontrei um vestidinho que me ficava mais ou menos bem. Claro que lhes disse que amava o vestido, só para nos despacharmos a sair do shopping, aquilo estava a dar-me dores de cabeça.
Já no carocha pequenino da Zoey, recebi uma mensagem. Um número que me era desconhecido. Mal abri a mensagem, descobri logo que conhecia bem o remetente dela.
“PODEMOS FALAR?
ERIK.”
Oh bolas, ia começar uma daquelas conversas por telemóvel que nos custam o nosso saldo inteirinho. Eih espera ele é 91 como eu. O que significa mensagens grátis. Talvez não tenha assim tanto mal começar esta conversa.
“OI.
YA, EU POSSO”
A enviar mensagem.
Mensagem recebida.
“OLHA ESTIVE A PENSAR E ACHO QUE TEMOS MUITO QUE CONVERSAR.”
“TAMBÉM ACHO. MAS ISSO NÃO SERIA MELHOR CARA A CARA?”
A enviar mensagem.
Mensagem recebida.
“SIM, MAS AGORA TEMOS O BAILE E OS PROFS ESTÃO MUITO ATEREFADOS COM OS PREPARATIVOS”
“HUM, ESPERO QUE TRABALHE MUITO PROF ERIK.”
A enviar mensagem.
Mensagem recebida.
“IREI TRABALHAR PARA TORNAR ESTA NOITE INESQUECIVEL PARA TI GATINHA”
“ESPERO QUE ME SURPREENDAS BOMBOM”
A enviar mensagem.
Mas quê?!
Que estou eu a fazer?!
Bombom o Erik?
Eu gatinha?
E então o Tiger?!
Mas porque é que o Tiger é para aqui chamado?!
Estou eu a pensar mesmo isto?!
Claro que estou!
Respiro fundo e tento acalmar-me.
Nota mental número 1 : Não me entusiasmar quando tenho uma conversa com um rapaz por mensagens.
Nota mental número 2 : Nunca chamar bombom a alguém por mensagens, nunca!
O telemóvel voltou a apitar em sinal de que tinha recebido uma mensagem.
“ÉS O MEU PAR NO BAILE”
Algo naquela mensagem me assustou deveras.
Não o facto de o Erik me ter convidado, ele é perdido de bom e qualquer rapariga fica pelo menos um pouco intimidada por ele, mas por não o ter feito.
Por o ter quase exigido.
Por o ter afirmado.
Por me ter informado que “Olha a propósito, eu vou contigo ao baile”
Sem ter perguntado.
Nem ponderado que eu teria alguém já.
-Estás bem Mia? – Pergunta-me Zoey, parando o carocha e olhando-me aterrorizada.
Tento formar um sorriso.
-O teu ex acabou de me anunciar de que ele é o meu par para o baile.

"Criaturas Maravilhosas", de Kami Garcia e Margaret Stohl

Feliz encontro Filhas e Filhos das Trevas!

Hoje deixo-vos com uma sugestão literária, "Criaturas Maravilhosas" escrito por Kami Garcia e Margaret Stohl. Espero que gostem!



Editora: Edições Gailivro
Colecção: Mil e Um Mundos
Páginas: 480

Alguns amores estão destinados a acontecer…

Outros estão amaldiçoados.


Sinopse:

Lena Duchannes é diferente de qualquer pessoa que a pequena cidade sulista de Gatlin alguma vez conheceu. Ela luta para esconder o seu poder e uma maldição que assombra a família há gerações. Mas, mesmo entre os jardins demasiado crescidos, os pântanos lodosos e os cemitérios decrépitos do Sul esquecido, há um segredo que não pode ficar escondido para sempre.

Ethan Wate, que conta os meses para poder fugir de Gatlin, é assombrado por sonhos de uma bela rapariga que ele nunca conheceu. Quando Lena se muda para a mais infame plantação da cidade, Ethan é inexplicavelmente atraído por ela e sente-se determinado a descobrir a misteriosa ligação que existe entre eles.

Numa cidade onde nada acontece, um segredo poderá mudar tudo.


Benditos sejam!


sábado, 20 de novembro de 2010

Novo membro da Casa da Noite Portugal

Olá Filhos e Filhas das Trevas!
Chamo-me Jéssica e juntei-me aos “alunos” da Casa da Noite Portugal. Poderão contar com mais um membro nesta equipa para vos por a par de todas as noticias desta maravilhosa saga. Espero que gostem do meu trabalho!

Que Nyx vos acompanhe!

Fanfic: Forgiven - 31º Capitulo

- Vá pronto, explica-me – disse eu – Que queres de mim?! – Berrei
- Zoey, Zoey, Zoey… - o homem que já me aparecera duas vezes estava a falar para mim – Quero que deixes Nyx e me sigas! Quero que sigas um vencedor, um Deus de verdade!
- Não! Nunca abandonarei Nyx por ti! E desde quando és Deus?
- Desde que nasci
- Isso foi quando? Séculos antes do mundo existir é?
- Oh sinto-me tão ofendido! – disse ele pondo a mão no peito e fingindo-se chocado
- Responde! Quem és tu e o que queres?
- Sou Chronos, e quero que faças como Neferet e me sigas, abandona essa parva da Nyx!
Instintivo: lancei-lhe o fogo para cima queimando a sua cara, com o meu gesto surpresa – Tu NÃO tens o direito de dizer isso de Nyx! E nem penses que eu vou ser como a Neferet! – virei-lhe as costas mas caí e ali fiquei, a senti-lo apertar o meu corpo com a mente, que me fez gemer de dor
Acordei a ofegar e sentei-me na cama. Chronos, pensei, é ele quem me persegue… É com ele que Neferet está… Não conseguiria voltar a dormir por isso vesti um robe por cima do pijama e desci as escadas. Preparei uma caneca de leite quente e sentei-me no sofá a bebê-la e a pensar no sonho que tivera.
- Hum… Que fazes aqui? – disse Afrodite
- Penso… E tu? Já não te via há algum tempo
- Tenho andado a preparar as coisas para me ir
- Hum… Fazes bem…
- Quem te ouvir falar parece que me queres longe
- Quem não quer? – ironizei
- Realmente… Ah eu sei! O Dário que me vai visitar todas as noites, para passar um bom tempo comigo, sozinhos… a viver o amor…
- Okay, informações a mais! – levantei a minha mão – Vais quando?
- Segunda de manhã
- Okay… Porque é que estás acordada a esta hora?
- Não tenho sono… Aliás ainda nem consegui dormir desde que vim do quarto do Dário
- informações a mais! Outra vez!
- Ai que coisa! Desculpe lá sim? Sabes… eu tenho um feeling que amanhã vai acontecer alguma coisa…
- Tu também?
- Como assim? Também tens?
- Assim, assim… E o Loren também tem… - ela bocejou – Não eras tu que estavas sem sono?
- Parece que chegou. Boa noite, até amanhã
- Dorme bem – fui pôr a caneca na máquina e voltei a sentar-me sem fazer nada. Eram seis e meia da tarde e ainda estava sol. Resolvi vestir-me e sair para dar uma voltinha, totalmente tapada e com óculos de sol, claro. Enterrei as botas na neve e comecei a caminhar, sentindo a leve comichão na pele, de sentir os últimos raios de sol na cara. Ia a olhar para o chão tentando evitar ao máximo a luz. Esbarrei em alguém
- Desculpe – disse, sem levantar o olhar
- Bom dia também para ti!
- Erik! – abracei-o, ultimamente não nos havíamos falado a não ser nas aulas
- Então como estás Z?
- Bem… - disse nada segura da resposta
- Que se passa? Espera vamos sentar-nos ali – encaminhámo-nos para o banquinho e sentámo-nos
- Têm acontecido coisas estranhas… Quando caí do cavalo foi porque me assustei… Vi uma figura como aqueles deuses gregos a chamar-me… ontem à noite aconteceu o mesmo e esta noite sonhei com ele… Ele é o tema do meu trabalho de sociologia: Chronos… É um deus malvado que comeu os filhos quando nasceram, comeu literalmente, para que não o destronassem, só Zeus escapou
- Bem… Mas sabes a razão dele estar por aqui?
- Quer que eu o siga como a Neferet fez…
- Essa velha besta quadrada arredondada a cima… mete nervos… - ri-me do que ele disse – que foi?
- Velha besta quadrada arredondada a cima? Não sabia que eras bom em matemática…
- É uma parte de mim… Olha tenho uma notícia: fui escolhido para gravar um filme na Europa… Vou no domingo à noite
- Vais-te embora? – senti a saudade a apertar. Erik não se podia ir embora! Não! ‘Esta é a última oportunidade para estares com ele’ – as palavras que Nyx dissera faziam agora sentido. Erik ia-se embora, para outro país, para outro continente...
- Sim, mas é só mais ou menos um ano, depois volto. Logo a seguir às gravações tiro umas férias e regresso logo em seguida para dar as aulas
- É tanto tempo sem ti por aqui…
- Vai passar rápido, mas olha, eu quero que tu sejas feliz. Sabes que o Heath gosta mesmo de ti, e sei que sentes uma coisinha por ele. Luta para que dê certo – era totalmente estranho ouvir Erik, o rapaz que eu amava, a dizer-me para tentar com Heath, o rapaz de quem gostava
Assenti – Está bem – disse como quem concorda com qualquer coisa
- Zoey, estou a falar a sério! Prometes que vão tentar?
Assenti de novo, apesar de estar toda roída só de pensar em nunca mais voltar a estar com Heath
- Bem, olha, Z eu tenho uma reunião agora, importas-te que vá?
- Não, vai lá. Até amanhã, vai ser o teu último ritual
- Pois vai. Até amanhã Z! – acenei-lhe e fiquei ali no banco. A lua já se via no céu esborratado de vermelho no azul quase negro do pôr do sol. Acendi uma pequenina chama no meu dedo e comecei a brincar com ela, fazendo-a movimentar-se de um lado para o outro. Senti algo a embater em mim e a escorregar pelo meu casaco
- Então nem resistes?
- Stevie Rae! – atirei-lhe de volta com uma bola de neve
- Ai pára! Também tive saudades tuas! – abraçou-me
- Que fazes por aqui?
- Fico cá para amanhã, ainda sou a terra não sou?
- Claro que sim! E os iniciados vermelhos?
- Aparecem amanhã, alimentados
- Que queres dizer com alimentados?
- Sangue do banco de sangue, devidamente embalado em saquetas
- Ah okay, sabes que o Erik se vai embora?
- Sério? Porquê?
- Vai gravar um filme na Europa
- Isso é óptimo para ele! – pequena pausa – e o Heath? Como é que vão as coisas?
- Está a ser difícil… Não o quero voltar a magoar… Mas gosto muito dele…
- Hum… - toque de telemóvel – Desculpa, é o meu Peter
- Desculpa? Teu Peter? Que espécie de melhor amiga és tu? Quando começou? Beija bem? Como é? Vocês…? Conta, conta, conta!
- Olá bebé! – ela falou para o aparelho
- E ignorada pela melhor amiga – acendi a chama no dedo e levantei-o no ar – Stevie Rae, não gosto de fazer de vela, sabes?
- Calma Z! Não, não era para ti amorzinho. Não dá, vou passar o fim de semana na casa da noite, depois do ritual de amanhã está perfeito. Então beijo. Amo-te
- Apaguei a chama assim que ela voltou a olhar para mim
- Muito engraçadinha Z! É alto, moreno, com uns olhos cinzentos lindos, sim beija, começámos há uma semana, não ainda não coiso
- Oh vais-me apresentá-lo não vais? Posso ser madrinha de casamento? Credo devo estar a virar velha relha… Isto é da idade…
- Se nos casarmos podes crer que és madrinha e sim apresento-to amanhã – atirou-me com neve à cara. Atirei-lhe de volta e assim começou uma guerra de bolas de neve. Aos poucos o grupo juntou-se cá fora ficando todos encharcados e a maior parte gelados. Quando senti que ia rebentar de tanto rir parei e fui para junto da grande lareira da sala. Heath segui-me logo.



Comentem, por favor =)

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Entrar para a equipa!

Olá Filhos e Filhas das Trevas!

De momento estamos a precisar de pessoas para a equipa, o que engloba postar/Facebook e afins. Por isso, se queres entrar na equipa da Casa da Noite, lê isto atentamente antes de enviares e-mail!

- A saga já conta com dez livros em inglês que podem ser encontrados na FNAC, no entanto em português só foram lançados os nove: Marcada, Traída, Escolhida, Indomável, Perseguida, Seduzida, Queimada, Despertada, Destinada e Escondida, sendo que tens que os ter lido todos.

- Quando pedimos um pequeno teste, é para colocar à prova as vossas competências, pois a maior parte das notícias são em inglês e temos de as traduzir.

- Nós não somos cegas e também temos Google!!! Por isso é escusado enviarem traduções do Google todas mal feitas.

- A diferença entre uma sinopse e um resumo (nós sabemos que são palavras sinónimas, porém são utilizadas para descrever coisas diferentes) é a seguinte: uma sinopse, como se vê nas contra-capas dos livros e dos dvd's, dá a conhecer do que se trata a história não revelando o final nem pontos chave; um resumo é bem maior que uma sinopse, trata-se de quando contamos a história de forma resumida revelando tudo que é importante bem como o seu final.

- Se não somos cegas relativamente à tradução, também não o somos nas sinopses. Nós sabemos quando a sinopse que nos é enviada é a que está na contra-capa dos livros.

- Quando já tivermos pessoas suficientes, irás ser questionado se queres ficar numa lista de espera para mais tarde seres contactado.


Por agora é tudo pessoal, qualquer dúvida não deixem de nos contactar por e-mail ou deixem comentário!


Que Nyx vos abençoe!

terça-feira, 16 de novembro de 2010

Fannarts, por Elisa Antunes

Feliz encontro Filhas e Filhos das Trevas!

Hoje deixo-vos com duas fannarts que a Elisa Antunes fez e nos mandou. Uma é do Damien e a segunda da Aphrodite!




Achei-os lindos e vocês? Deixem os vossos comentários e enviem-nos também os vossos trabalhos para o email jwalter2412@gmail.com.

Benditos sejam!

Poema "Zoey e Nala", por Paula Perleques

Feliz encontro Filhas e Filhos das Trevas!

A nossa querida Paula Perleques envou-nos mais um dos seus poemas, desta vez da Zoey e da Nala.
Aqui fica...  

 "Zoey e Nala", por Paula Perleques

Na cama sentada eu estava
Mergulhada em meus pensamentos,
Quando de repente
Algo pulou para cima de mim.

Era Nala minha gata
Rabujenta estava,
Festinhas comecei a fazer-lhe
Atrás de suas orelhinhas
Logo depois parou de ronronar.

Quando stressada estou,
Nala aparece saltando para meu colo
Ajudando assim acalmando-me.

Quando algo maléfico
Surge no ar,
Todo seu corpinho eriçado fica
E seus olhinhos arregalados ficam.

Há noite quando me deito
Em minha almofada
Gosta deitar-se
E seu ronronar
Me acalma até adormecer.
Então que acharam? Deixem os vossos comentários e sugestões!


Benditos sejam!

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Novidades (nem tanto) de Seduzida

Olá Filhos e Filhas das Trevas!

Bem, contactei a editora e perguntei novidades sobre "Seduzida", mas a única coisa que me foi adiantado é que o mesmo sairá nos finais de Janeiro, princípios de Fevereiro. Parece que ainda temos que esperar...


Que Nyx vos abençoe!

domingo, 14 de novembro de 2010

Atraso da fanfic Confused

Olá Filhos e Filhas das Trevas!

Por motivos pessoais por parte da autora da fanfic "Confused", a fic não será postada hoje, mas para a semana já cá estará.


Que Nyx vos abençoe!

sábado, 13 de novembro de 2010

Fanfic: Forgiven - 30º Capitulo

- Ora muitos bons dias! – disse assim que cheguei lá abaixo com Samantha para tomarmos o pequeno almoço de sexta feira
- Hum… Que se passou? Estás toda feliz… - perguntou Erin
- Uma pessoa não pode estar feliz? Pura e simplesmente?
- Tu? Normalmente tem uma razão… - Shaunee disse
- Estou simplesmente feliz – insisti
- Como queiras
Enchi a minha tigela de Conde Chocula e tomei o meu pequeno almoço
Sim, a minha felicidade tinha uma razão: Heath, ou melhor os chochos que me dera na noite anterior apressadamente. Sorri para mim. Sentia-me cada vez mais próxima dele, e com próxima quero dizer a apaixonar-me. Em sociologia estivemos a tratar dos trabalhos de grupo, eu e Heath tínhamos conseguido acabar metade dele. O trabalho era um quarto da avaliação final. Como disse, na outra aula demos a hierarquia dos deuses gregos, e o trabalho consistia em falar especificamente sobre um e ligá-lo aos vampyros; anos calhou-nos o tal Chronos, que passei a odiar pela sua crueldade.
As aulas foram passando e ao fim do dia estava cansadíssima, não tinha montado, por precaução, nem limpo a cocheira para não forças as costas, limitei-me a escovar um pouquinho Perséfone e a dar umas dicas aos que estavam a montar
- Olá gente! – disse Damien – Finalmente que apareces por aqui, Z!
- É, decidi que já não conseguia viver sem esta comida, e que nem por sombras queriam ficar alimentada a sopas sandes e chocolate quente depois duma cola
- Estava assim tão mau? – perguntou Heath
- Nada mesmo, bebia um todas as noites se pudesse! – rimo-nos todos. Sim eu há já algum tempo que não almoçava/jantava no refeitório e que não estava reunida com o pessoal todo
- Oi! – disse Chad sentando-se ao lado de Samantha e sussurrando-lhe imediatamente qualquer coisa ao que ela se limitou a abanar a cabeça, fazendo movimentar os seus cabelos, ele pareceu ficar receoso mas depressa passou. Começamos a conversar sobre coisas banais, mas depressa o tema fugiu para o romance das Gémeas com T.J. e Cole, as quais faziam questão de repetir indefinidamente: “Ai, ele é o Tal, tenho a certeza, amo-o tanto”, que mesmo sendo dito imensas vezes nos chocava sempre: as gémeas a dizerem amar? Era pouco comum mas por fim lá nos conformava-mos. No fim do jantar Heath pediu para que eu fosse dar uma volta com ele pelo campus, alegando querer passar tempo comigo para conversar sobre o trabalho.
Saímos para a rua, estava uma brisa fria que me arrepiou, de uma forma muito má, como um aviso. Ignorei em parte aquilo mas não deixei de estar atenta ao que nos rodeava
- Sabes Zo, eu tenho andado a pensar… No que se tem passado nos últimos tempos… Bem, mais sinceramente numa maneira de te fazer ficar caidinha por mim outra vez – mordi o lábio, corei e olhei para baixo, pude sentir Heath sorrir com a minha reacção de puro interesse
- E então, a que conclusão chegaste?
- Que se por enquanto não me podes amar eu quero estar contigo mais do que amigo sem compromisso…
- Heath, isso ia ser brincar contigo, com os teus sentimentos… - afirmei
- Não, não ia, se me deixares tentar mudar os teus… - a sua voz parecia enrouquecida. Havíamos parado de andar e estávamos frente a frente, eu olhava para baixo e Heath segurava a minha mão na sua enquanto me acariciava o rosto com a outra. Fez pressão para que eu o encarasse sem nunca largar a minha face. Pude sentir receio nos meus olhos, receio de o magoar, mas ele tinha os seus tão brilhantes, são felizes mas preocupados – “Por favor, deixa-me avançar, não te retraias” pensou ele desejando que eu não me afastasse. Não me afastei, mas ele estava cada vez mais próximo, conseguia ouvir o seu coração palpitar e porventura o sangue a correr, mas o seu som era abafado pelo meu que fazia questão de me encher os ouvidos
- Tenho medo de te magoar… outra vez… - acabei por dizer
- Não vais magoar eu sei disso
- Como?
- Simplesmente sei – afirmou. Continuou a aproximar-se fechando cada vez mais o espaço entre nós
- Heath… eu não posso… eu não… - a palavra encravou na minha garganta, eu queria mas achava totalmente mau começar a curtir com ele quando ainda gostava muito de Erik, mesmo tendo-nos nós afastado por falta de tempo, eu continuava a gostar imenso dele, e o que sentia por isso era um metade do que sentia por Erik… Eu simplesmente não queria fazer jogos com Heath, usá-lo para esquecer Erik de vez, não queria magoá-lo – eu não… - clareei a garganta – eu não quero… - os olhos dele alteram-se, tristes e desiludidos
- Tudo bem eu percebo…
- É que… eu gosto de ti, a sério… mas gosto mais de Erik neste momento, ainda não o consegui esquecer e não te quero usar para esse fim… Ele agora é meu professor, não vai dar mais nada entre nós, mas é difícil esquecer…
- Eu percebo…
- Desculpa
- Posso ou menos roubar-te um beijo? - Olhei para ele
- Se vais roubar não devias avisar ou ainda és apanhado
Ele puxou-me para si com a mão na minhas costas e colou os lábios aos meus, depois pediu passagem e eu cedi, abrimos as nossas bocas e as nossas línguas começaram a mexer-se automaticamente em sintonia, como dantes… A mão que não me segurava pelas costas desceu do meu pescoço para a lateral e só parou no meu rabo, que foi apertado levemente, o que me causou uma sensação de arrepio que me soube bem. Separei as nossas bocas
- Heath…
- Deixa estar, não me vais deixar mal habituado, eu posso esperar mais um tempo
Mordi o meu lábio, Heath olhou para a lua e despediu-se de mim seguindo para o seu dormitório. Senti o calor dissipar-se da minha cara e arrepiei-me de novo, desta vez num aviso gélido totalmente deslocado da noite de hoje. Caminhei a passos largos pela neve, enterrando as minhas botas até aos tornozelos.
“Oh Zoey!” ouvi chamarem por mim. Olhei para trás mas mais não vi do que uma escuridão um pouco assustadora “Zoey… Não vale a pena procurares…” Voltei-me de novo “Sabes que um dia vais ter comigo, como ela foi…” A voz máscula riu-se pondo as minhas vértebras a estalarem “Vá lá, pareces uma criancinha aterrada… Consegues melhor” Toda a minha voz se tinha apagado no momento, corri em direcção ao dormitório, atrapalhando-me a meio do caminho. Fechei os olhos e voltei a abri-los, à minha frente estava a mesma figura que vira quando caíra do cavalo. A figura soltou uma gargalhada malévola e dissipou-se. Segui a correr outra vez e entrei no dormitório. Subi para o meu quarto e dirigi-me imediatamente à casa de banho, tomei um duche quente (escaldante) que me fez ficar vermelha da quentura da água nos meus músculos frios. Sai enrolada na toalha e vesti o meu pijama: umas calças velhas e uma sweat larga cinzenta. Adormeci a pensar no nada enquanto fazia festinhas a Nala

Comentem por favor =)

The Fledgling Handbook 101 em primeiro lugar no New York Times Best Seller List!

Olá Filhos e Filhas das Trevas!

No seu blogue PC Cast agradeceu aos fãs por colocarem o seu livro The Fledgling Handbook 101 em primeiro lugar no New York Times Best Seller List!


Que lindo !!! x')


Que Nyx vos abençoe!

terça-feira, 9 de novembro de 2010

Frase de Awakened revelada

Olá Filhos e Filhas das Trevas!


Foi divulgada uma frase de Awakened, 8º livro da saga. Ora vejam a frase traduzida:

"Sabes que mais Erik? Tudo o que eu tenho a dizer é isto: o mal ganha quando as pessoas do bem não fazem nada." - Stevie Rae


Sabem que mais pessoal? AMEI! x')


Que Nyx vos abençoe!

Saga Twilight: Frases cómicas

Feliz encontro Filhas e Filhos das Trevas!

Deixo-vos agora com uma sequência de frases cómicas sobre a saga Twilight....

Espero que gostem!




Tradução (feita por mim):

- Incomoda-te que esteja meio nu?

- Sim.

- Sim?!

- Sim.

- Oh... Hum... Porquê?

- Porque...
- Estás só meio despido!!





Fonte: Saga Crepúsculo Portugal

Benditos sejam!

"Lua Azul" chegou hoje às livrarias!!!

Feliz encontro Filhas e Filhos das Trevas!

Pois é como já devem ter reparado pelo título "Lua Azul", da Alyson Noël já está à venda nas livrarias. Este segundo volume da saga "Os Imortais" promete prender os fãs e cativar todos os restantes!

Aqui fica a capa e a sinopse...


Sinopse:

Quando Ever está a aprender tudo o que consegue sobre as suas novas capacidades como imortal, iniciada nesse mundo sombrio e sedutor pelo seu amado, algo de terrível acontece a Damen. Os poderes de Ever aumentam mas os de Damen começam a enfraquecer depois de ter sido acometido por uma doença misteriosa que lhe ameaça a memória, a identidade e a própria vida.



Desesperadamente ansiosa por salvá-lo, Ever viaja até à misteriosa dimensão conhecida por Summerland, onde descobre não apenas os segredos do passado de Damen – a história de brutalidade e de tortura que ele queria manter oculta –, como também um texto antigo que revela os mecanismos do tempo. Com uma Lua Nova iminente a enquadrar a sua única possibilidade de viajar no tempo, Ever vê-se obrigada a decidir entre fazer o relógio andar para trás e salvar a sua família do acidente em que morreram... ou ficar no momento presente e salvar Damen, que fica cada vez mais fraco a cada dia que passa...

 
Benditos sejam!

Parabéns à Beatriz Perleques

Olá Filhos e Filhas das Trevas!

Hoje faz anos uma pequena/grande fã do nosso blogue. A A . Beatriz Perleques faz hoje 10 aninhos!!!



Parabéns à Beatriz da equipa da Casa da Noite Portugal!!!


Que Nyx vos abençoe!

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Parabéns à Nádia!!!

Olá Filhos e Filhas das Trevas!

Hoje temos mais um aniversário, a Nádia do Pinhal Novo x) A nossa querida Nádia faz hoje 25 aninhos!!!


Parabéns a Nádia de toda a equipa do blogue Casa da Noite Portugal!!!


Que Nyx vos abençoe!

domingo, 7 de novembro de 2010

Fanfic: Confused - Capitulo 16

Capítulo 16

O resto da semana passou-se assim. Estava zangada com as gémeas e não nos falávamos, mesmo não sabendo por que motivo agiram de forma tão… Estúpida. Ao almoço ia para uma mesa sozinha e às vezes o Damien e o Jack vinham para a minha beira fazer-me companhia e perguntavam-me o que se passava, mas continuei a negar contar-lhes. Teriam de ser as gémeas a dizer-lho. A Zoey e eu também não falávamos muito. Estava muito desligada da socialização e percebia que ela preferia falar com alguém mais, digamos, “falável”. O meu único momento alto do dia eram aqueles 10 minutos em que ia jogar ao jogo de Tiger. Além do jogo parecer (e ser) uma estupidez completa, era uma forma de me sentir bem e encher um bocadinho o meu espírito vazio. Também descobrimos que tínhamos várias coisas em comum, como o facto de não perdoar-mos uma traição muito facilmente. Falando em traição…
Eu e o Erik nunca mais nos falámos. Sei que é algo estranho, uma vez que ele é meu orientador. Mas eu sabia que havia algo errado nele. Sentia que às vezes, os seus comportamentos eram tão variados e estranhos, principalmente quando do meio do nada a sua aura desaparecia e os seus olhos ficavam sem expressão, como se não houvesse nada dentro dele. Como se ele fosse uma máquina e às vezes algo se apodera-se dele. Era deveras assustador pensar na situação desta forma. Pensar que havia algo que entrava dentro dele e que se apoderava da sua alma e o transformava em algo… em nada. Quando isto acontecia o Erik parecia que não tomava as acções por conta própria, como se fosse manipulado.
Nem tentem pensar em como eu sei isto. Bem eu até posso dizer. Comecei a observar os seus comportamentos desde que tive uma visita de Nyx. A primeira visita que a Deusa me fez. Visita essa antes de Afrodite se gabar da sua fantástica festa para comemorar o aniversário da Casa da Noite.
***

Era sexta-feira (ontem) e as aulas já tinham acabado. Finalmente.
- Uhhh Fim-de-semana! – Exclamei no quarto.
Zoey riu-se e Afrodite não conseguiu deixar escapar um sorriso. A miúda das visões até parecia ser mesmo boa pessoa.
-Os fim-de-semana para nós costumam ser até mais cansativos do que os dias de aulas. – Afirmou Afrodite.
-Porquê? – perguntei. Aquela pergunta deixara-me deveras assustada. Quer dizer, eu estava cansadíssima e não queria imaginar que tivéssemos de trabalhar ao fim-de-semana.
-Costumamos organizar o ritual das filhas e filhos das trevas. É cansativo ter de decorar a sala de convívio toda e depois desdecorar, para não falar que é ao fim de semana que temos mais facilidade em falar com a Stevie Ray e com os miúdos mortos-vivos. – Explicou Zoey
Fiz um esgar só de pensar em mortos vivos.
-Mas desta vez será diferente! – Anunciou Afrodite contentíssima.
Ambas olhamos para ela com um ponto de interrogação estampado na testa.
-Ollllá! Não se lembram? O baile?
-Quê?
-Ah?
Afrodite suspirou e ajeitou o seu cabelo loiro para traz.
-O baile da Lua cheia!
-Ainda não percebi porque vão fazer um baile. Não costumavam fazer antes um ritual da Lua cheia? – Perguntei.
Zoey ergueu as sobrancelhas.
-Invenção da Afrodite, não comento! – Disse colocando as mãos no ar em sinal de rendição.
Não consegui não me rir.
- Hei, ainda estou aqui óhh Zoey! – Virou-se para mim – Sim, vamos fazer um ritual mas eu achei que, uma vez que faz amanhã 474 anos que esta casa da noite foi criada, acho que deveríamos festejar. Quer dizer nunca se faz nada, mas eu vou dar uma tradição à casa da noite.
Zoey revirou os olhos e Afrodite resfolegou.
-É uma ideia tão espantosa que até a bruxa da Neferet alinhou. E tu não tens nada de começar a dizer mal sem saberes do que se trata. – Ela endireitou-se e prosseguiu – Primeiro será o famosíssimo e monótono ritual da lua che…
-Tu não gostas desse ritual?! – Interrompeu-a Zoey
-Raios Zoey deixa-me acabar de falar. Gosto do ritual, não gosto é de quem o faz! Sabendo a bruxa que ela é, não sinto aquilo que normalmente toda gente sente quando assiste ao ritual. Aquela pás de espírito e essas coisas.
-A Neferet? – perguntei quase sussurrando
-Não, a minha avó! Sim a Neferet. Foda-se na escola dos estúpidos dos humanos deviam saber um, bocadinho sobre a casa da noite. Realmente estou farta dos estúpidos dos caloiros. – Lembram-se de eu dizer que a Afrodite era boa pessoa e tal? Risquem isso, ela continua uma cabra.
Tanto eu como Zoey a olhávamos com os olhos arregalados.
-Eu não sou como tu, digo asneiras quando quero, quer dizer, foda-se se não disse-se.
Bem, admito, aquilo até teve a sua piada.
-Afrodite explica lá aquilo da festa.
Ela inspirou bem fundo e reiniciou.
-Depois do ritual da treta haverá uma espécie de baile em que serão eleitos 9 iniciados, 4 raparigas e três rapazes, que farão um anúncio promocional para a casa da noite ser melhor vista na sociedade humana. Para acabar com o racismo e diminuir os apoiantes do povo da fé.
Houve um grande minuto de silêncio. A ideia até era boa, mas havia algo que não encaixava bem…
-A Neferet aprovou isso?
Afrodite assentiu.
-Isso é mau, muito mau. Ela esta a planear alguma coisa, não sei é o que é, mas para ir contra as suas ideias de criar uma guerra com os humanos. – Disse Zoey.
De repente Afrodite recebeu uma mensagem. Tirou o telemóvel do bolso e leu-a.
-Oh o Dário está à minha espera. Não o posso deixar longe de mim durante muito tempo senão começam logo atirar-se a ele. Têm que aprender que aquele gatinho jeitoso já tem dono. – Ela ergueu as sobrancelhas e saiu o quarto.
-Bem eu também preciso de ir falaras gémeas a propósito de amanhã… - Disse mordendo o lábio.
-Sim, claro.
Zoey levantou-se mas parou na porta.
-Houve já sabes porque estas zangada com elas? É que não faz muito sentido estares zangada com alguém sem saberes o porquê.
-Obrigada, tens razão. Eu falo amanhã com elas.
-Humm – Zoey assentiu – Então tchau.
-Tchau
O silêncio instalou-se assim que fiquei sozinha no quarto. Nada de estranhar pois quando estamos sozinhos não costumamos ouvir mais nenhum ruído a não ser o ruído de nós próprios certos? Naquele momento não fazia sentido. Nada para mim fazia sentido. Afinal estava zangada com as gémeas porquê? A Zoeu tinha razão, todos tinham razão.
Levantei-me da cama e suspirei.
Encaminhei-me para a frente do espelho e contemplei o meu reflexo. Continuava a ser a mesma excepto o facto de uma meia-lua azul safira se ter alojado no meio da minha testa.
Subitamente as janelas do quarto abriram-se e uma rajada de vento entrou por ali a dentro. Senti os pelos da nuca e eriçarem-se e virei-me pronta a atacar quem quer que fosse, mas a rajada de vento fria rapidamente se transformou numa brisa quente e agradável, com um aroma doce que não consegui decifrar.
E ai ela pareceu.
Nyx apareceu, estava a minha frente. Pelo menos era o que me parecia. Nunca tinha visto uma mulher tão bonita e com um rosto tão perfeito.
Dela emana uma força atractiva muito poderosa e uma luz forte formou-se à volta dela. Ajoelhei-me desesperada diante dela. Nyx era uma deusa. Eu não sabia o que fazer, por isso, foi a primeira coisa que me veio à cabeça. Senti os olhos a arderem e as lágrimas a tentar escorrer-me pelas faces. Ela estava ali, diante de mim. Era uma sensação muito forte e algo estranha. Fazia-nos sentir coisas indescritível e que nunca tinha sentido em mim.
Com o punho no coração fiz-lhe uma vénia de joelhos.
-Nyx … - Tentei dizer.
Ela sorriu-me
-Filha acalma-te. Levanta-te. Sou apenas eu. A Deusa que te marcou.
A sua voz era calma e serena e nesse momento soube que era uma estupidez estar tão nervosa. Quem estava diante de mim não era uma pessoa qualquer. Era Nyx. Uma Deusa que me ama e respeita, dando-me livre arbitro. Que poderia eu recear dela?
- Venho-te dar um aviso muito importante e não tenho muito tempo – Informou
Acenei que nem uma tolinha
-Diga e eu o farei.
Voltou a sorrir-me docemente.
- Preciso que tenhas bastante atenção ao teu orientador, Erik. Algo de mal se passa com ele e, se não o ajudares, a escuridão poderá envolve-lo e ser tarde demais. Pede ajuda à Zoey. Ela poderá colaborar contigo, Mia.
-Mas não estou a perceber, que escuridão está a envolver o Erik?
-Se procurares bem dentro de ti minha querida filha, encontrarás as resposta. Mais do que isto não te poderei dizer.
Olhei para baixo. As lágrimas tinham-me voltado a escorrer pela face. Nyx aproximou-se de mim e colocou-me uma mão na cara.
Quando a encarei o seu rosto belo e amável tinha perdido a cor e parecia que a qualquer momento ela poderia desaparecer.
-Lembra-te de que nem tudo o que parece, é.
-Lembrar-me-ei – Disse assentido desesperada.
Da mesma forma como surgiu, Nyx desapareceu, deixando como seu rasto uma brisa com o tal aroma agradável que rapidamente se dissolveu.

Justificação de atraso de fanfics

Olá Filhos e Filhas das Trevas!

Bem, em primeiro lugar queria pedir desculpa pelo atraso das fanfics, mas o meu computador está avariado e não tenho como vir à net, estou agora no portatil do meu namorado. Mas é minha culpa o atraso das fics Confused e Forgiven, a Desesperada está atrasada porque a autora não a tem enviado.

Aproveito também para pedir desculpa por andar um pouco ausente, mas ando um bocado atrapalhada, com faculdade, trabalhos, testes, praxe, tuna, a administração do blogue mais as tarefas de casa, fisioterapia e namorado... Pronto, já viram, são muitas coisas x') Acho que vou chamar novas pessoas para o blogue, por isso se estás em lista de espera prepara-te ;)

Eu sei que muitos de vocês devem ter visto o trailer do livro "Kisses from hell" da Kristin Cast, eu tinha feito a tradução, mas como o meu pc estava a atrofiar não consegui converte-lo para postá-lo. Esperem que ainda o posto ;)


Que Nyx vos abençoe!

Fanfic: Forgiven - 29º Capitulo

- Ham… Estavas aí… - acho que corei ainda mais, o que seria impossível mas pronto…
- Sim, entrei agora. Isto serve? – perguntou levantando um pouco o tabuleiro à sua frente. Acenei com a cabeça e fiz-lhe sinal para se sentar a meu lado na cama
- Não me posso habituar a isto… - disse agarrando na cola e pondo-a na mesa de cabeceira a meu lado. Peguei na sopa.
- Então porquê? – inquiriu Heath
- Não é saudável, jantar na cama, pelo menos para mim não é… - ele riu-se ao de leve
- Não sejas tola, não te faz mal nenhum, ainda por mais quando sou eu quem te traz isto
Ri-me com a imagem que me passou pela cabeça
- Que foi? – perguntou
- Nada… estava só… a imaginar coisas…
- Coisas?
- Sim… Tipo, tu enfiado num daqueles fatos de empregada doméstica com uma tiara branca na cabeça e um espanador multicores na mão
- Ficava sexy não ficava? – brincou. Acenei com a cabeça e comi o meu jantar. Adorava isto no Heath: quando eu ‘gozava’ com ele, como em situações como estas, ele nunca levava a mal, deixava-se entrar na brincadeira – Deixa-te estar aí, eu vou lá abaixo e já volto – pegou nas tigelas vazias e pô-las no tabuleiro, antes de sair virou-se – Há doces por aqui?
- Vê nos armários – saiu do quarto e eu beberiquei a minha cola. Passados alguns minutos ele volta a entrar no quarto
- Isto serve? - perguntou parando à porta com duas canecas de chocolate quente na mão
- Chocolate quente com cola? – perguntei elevando um pouco a lata
- Se não te fizer bem, não te vai matar
- Que entusiasmante… Passa para cá uma caneca – fiz sinal com as mãos. Heath fechou a porta com o pé e veio sentar-se onde antes se sentara
- Então? Está bom? Se não estiver diz, é a primeira vez que faço, por isso…
- Está óptimo! – interrompi-o – Tal como eu gosto… - sussurrei. Como é que conseguira fazer o chocolate quente assim perfeito em tão pouco tempo? Eu levava meio ano…
- Ainda bem que gostas… - Nala acordou a meu lado e espirrou. Olhou para nós, levantou-se cheirou a minha caneca e saiu do quarto – A tua gata é estranha
- Quem disse que eu não o sou também? – encolhi os ombros
- Ela é pior
- Estás a querer dizer que eu sou estranha?! – fingi-me indignada
- Não o disseste?
- Não! Eu apenas perguntei quem disse que eu não o sou também
- Pressupõe que te consideras estranha
- Olha para mim! Tenho montes de tatuagens pelo corpo, sou minimamente estranha não?
- Ya, pode-se dizer que sim… - bebi mais um pouco de chocolate quente, que me aqueceu a garganta. Afinal, pelo menos em mim, cola com chocolate quente não faz mal – Tens… Um bocado de chocolate aí… - limpou-me a parte superior do lábio com o polegar. ‘Supostamente, e a fazer seguimento ao clássico, era limpo com um beijo!’ Resmunguei para mim mesma
- Obrigada – sorri a pensar no quanto Heath crescera, não em altura, mas em pessoa.
- Que fazes no sábado? – perguntou-me
- Não sei… Espera tenho que preparar a sala de convívio para o ritual de domingo
- Mas isso demora o quê? Duas horas no máximo?
- Hum… mais ou menos porquê?
- Por nada… Apenas pensei que irias precisar de descontrair para o ritual
- Estás a convidar-me para sair? – levantei uma sobrancelha
- Também dá…
- Perguntavas logo, não era preciso estares com rodeios. E vamos ficar por aqui, ou saímos do campus?
- Hum… Podemos sair?
- Sim… Como não tem havido mais mortes de vampyros, estão a voltar a dar-nos mais liberdade, por isso já podemos sair
- Que tal passarmos no Starbucks e depois irmos dar uma volta?
- Ou podemos ir ao ringue de patinagem, em vez de apanharmos frio ao ar livre
- Parece boa ideia… Hum… Zo… Temos de fazer alguma coisas às Marcas não temos? É que da outra vez tu tinhas a tua tapada…
- Sim, é uma base espessa para isso
- Mas eu não uso maquilhagem!
- Queres que te comecem a chamar anormal no meu da rua?
- Não…
- Então usas
- Pronto okay… Sabes que vais cair de rabo no ringue? E que ideia essa com as costas como tens!
- Não há problema nenhum!
- Só se quiseres ficar pior!
- Hallo? Poço pedir ajuda aos elementos e dor vai-se. Posso usá-los para meu bem nestas situações, mas não gosto de abusar
- Tu é que sabes…
- Oh pá… Não sei é difícil… perceber… - a voz de Samantha ouviu-se de fora
- Pensa nisso… por favor! – disse Chad do lado de fora do quarto também
- está bem… Então até amanhã… - respondeu Sam. Abriu a porta e entrou – Ah, estavam aqui…
- Sim… Com é que ele me ia deixar levantar da cama?
- Porquê?
- Ela caiu do cavalo, está cheia de dores de costas!
- Ah, pois… Estás melhor?
- Sim muito melhor… mas podia dizer com mais certeza que sentisse que tenho músculos nas costas…
- Pois… Bem, eu estou cansada, importam-se que eu me deite?
- Claro que não! Estás à vontade! – respondi
- Bem, então sendo assim vou-me embora – Samantha despediu-se de Heath e entrou na casa de banho. Heath virou a sua atenção para mim – Isto foi por há bocado, não devia ter estragado o clássico – Oh Deusa!, pensei. Colou os seu lábios aos meus num beijo suave, mas rapidamente os tirou e olhou para a porta da casa de banho, confirmando que Sam ainda lá estava. Voltou-se de novo para mim e deu-me mais um beijo, depois saiu. Escorreguei na cama sentindo algumas dores, e adormeci a pensar neste momento que me fez ficar com febre

sábado, 6 de novembro de 2010

Hush Hush a continuação: Informações

Feliz encontro Filhas e Filhos das Trevas!

Venho agora cumprir a promessa de vos esclarecer sobre a continuação da saga "Hush Hush", da Becca Fitzpatrick. Com a ajuda da Petra (fã do Blog) e da Porto Editora aqui ficam as informações:




O próximo título da colecção "Hush Hush", intitulado "Crescendo" será publicado no primeiro semestre de 2011. Esta colecção já está confirmada como trilogia e o terceiro livro denominar-se-á "Tempest".

Aqui fica a sinopse em inglês e em português do Brasil:

Nora should have known her life was far from perfect. Despite starting a relationship with her guardian angel, Patch (who, title aside, can be described as anything but angelic), and surviving an attempt on her life, things are not looking up. Patch is starting to pull away, and Nora can't figure out if it's for her best interest or if his interest has shifted to her arch-enemy Marcie Millar. Not to mention that Nora is haunted by images of her father and she becomes obsessed with finding out what really happened to him that night he left for Portland and never came home.

The farther Nora delves into the mystery of her father's death, the more she comes to question if her Nephilim blood line has something to do with it as well as why she seems to be in danger more than the average girl. Since Patch isn't answering her questions and seems to be standing in her way, she has to start finding the answers on her own. Relying too heavily on the fact that she has a guardian angel puts Nora at risk again and again. But can she really count on Patch, or is he hiding secrets darker than she can even imagine?

***

Nora deveria saber que sua vida era longe de ser perfeita. Apesar de começar um relacionamento com seu anjo da guarda, Patch (que, título a parte, pode ser descrito como qualquer coisa, exceto angelical), e sobreviver a uma tentativa contra sua vida, as coisas não estavam melhorando. Patch está começando a se afastar e Nora não consegue entender se é para o seu melhor ou se seu interesse mudou para a arqui-inimiga dela, Marcie Millar. Sem mencionar que Nora é assombrada por imagens de seu pai e ela fica obcecada em descobrir o que realmente aconteceu com ele naquela noite que ele partiu para Portland e nunca voltou.

Quanto mais Nora aprofunda-se no mistério da morte de seu pai, mais ela vem a questionar se sua linhagem Nephilim tem algo a ver com isso, assim como o por que dela parecer estar em mais risco do que uma garota comum. Já que Patch não está respondendo suas perguntas e parece ficar em seu caminho, ela tem que começar a descobrir as respostas por conta própria. Depender demais no fato de ter um anjo da guarda coloca Nora em risco repetidamente. Mas ela pode realmente contar com Patch ou ele estará escondendo segredos mais obscuros do que ela poderá imaginar?


Espero que vos tenha esclarecido! Mais perguntas que tenham em relação a este assunto ou a outra enviem as vossas dúvidas para o email jwalter2412@gmail.com ou comentem, que tentaremos responder o melhor que podermos às vossas questões!

Benditos sejam!

"Eclipse – Edição Limitada Fãs": Fnac

Feliz encontro Filhas e Filhos das Trevas!

Hoje trago-vos uma notícia que irá agradar aos fãs da saga Luz e Escuridão. Está na Fnac um pack especial de Eclipse para fãs, aqui ficam mais informações...



No terceiro capítulo da fenomenal Saga Twilight de Stephanie Meyer, Bella Swan está rodeada pelo perigo quando Seattle é devastada por um grupo de assassinos e uma vampira perversa continua a persegui-la sedenta de vingança.
Dentro da acção, Bella é forçada a escolher entre o seu amor Edward Cullen e o seu amigo Jacob Black – sabendo que a sua decisão poderá reacender a intemporal batalha entre vampiros e lobisomens.
Inclui:

■ Edição 2 Discos Digipack

■ Livrete de Produção

■ Frame original do filme em 35mm (limitado e numerado)

■ 6 fotos de colecção

■ Mini-Poster

■ Certificado de autenticidade

■ Marcador de Livros


Ficha detalhada: "Eclipse – Edição Limitada Fãs" com KRISTEN STEWART/ROBERT PATTINSON

Título original: The Twilight Saga: Eclipse
Realizador(es): DAVID SLADE
Actor(es): KRISTEN STEWART/ROBERT PATTINSON
Editora: Dvd independente
Áudio: Inglês Dolby Digital 5.1
Formato: Vídeo Widescreen 2.40:1 anamórfico 16:9
Legendas: Português, Inglês

Extras Disco 1

■ Comentário áudio com Kristen Stewart e Robert Pattinson

■ Comentário áudio com Stephenie Meyer e Wyck Godfrey

Disco 2:

■ Making Of A Saga Twilight: Eclipse - Documentário em 6 Partes

■ Cenas Cortadas e Alargadas com comentário áudio opcional do realizador David Slade

■ Acesso Directo a Cenas Preferidas dos fãs de Team Edward e Team Jacob

■ Galeria de Fotografias

■ Vídeos Musicais de Muse e Metric

Formato: DVD
Duração: 119 Minutos
Número de Discos: 2
Ano: 2010

 
Para mais informações , vejam o site.
 
Benditos sejam!

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Johnny Depp e Tim Burton começam já em Abril a filmar 'Dark Shadows'

Feliz encontro Filhas e Filhos das Trevas!

Hoje trago-vos uma notícia que envolve Jonhnny Deep, Tim Burton e Dark Shadows. Aqui fica o artigo onde poderão saber mais sobre esta parceria...

 
Segundo o Hollywood Reporter, o próximo filme a ser filmado por Johnny Depp será mais uma colaboração com a Warner Bros e Tim Burton.
Com o nome “Dark Shadows”, o filme é inspirado numa série de TV pioneira (pela sobrenatural evolvido) exibida pela estação ABC nos EUA de 27 de Junho de 1966 a 2 de Abril de 1971.
No filme, Depp será Barnabas Collins, um vampiro que procura o seu amor perdido.
Esta personagem sempre foi um sonho de Depp. Quando era criança, Johnny Depp ficou tão obcecado com Barnabas Collins, que queria ser ele. Muitos anos depois ele conseguiu, e para isso associa-se a Tim Burton, também fã da novela, depois de já ter trabalhado com ele em “Edward Scissorhands”, “Ed Wood” e no recente “Alice in Wonderland”, entre outros.
As filmagens começam já em Abril, estando assim Depp indisponível para filmar qualquer filme com o qual estava conotado durante esse período – inclusive “Triple Frontier” de Kathryn Bigelow e “Snow White and the Huntsman”.
De realçar que nesta novela da TV, para além dos vampiros, surgiam também lobisomens, fantasmas, zombies , monstros vários, bruxas , feiticeiros ,viajantes no tempo e até um universo paralelo. Ou seja, Tim Burton sente-se certamente em território seguro.

Fonte: C7NEMA

Benditos sejam!

Caricatura: Vampire Diaries

Feliz encontro Filhas e Filhos das Trevas!

Deixo-vos agora com uma caricatura da série Vampire Diaries, espero que gostem!




Fonte: Flor de Lótus

Benditos sejam!

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Vampire Academy: 10 razões para uma mulher amar um vampiro

Feliz encontro Filhas e Filhos das Trevas!

Hoje trago-vos um artigo que encontrei no Blog Flor de Lótus que indica as 10 razões para uma mulher amar um vampiro. Aqui ficam (atenção o artigoencontra-se em português do Brasil!):

1º Vampiros são os maiores badboys


As mulheres adoram os badboys. Agora misture a isso o fato de que os vampiros estão sempre a procura do amor eterno e precisam de uma mulher para sobreviver.



2º Vampiros são poderosos



Vampiros exalam dois tipos de poder, o primeiro é o poder físico. O vampiro está sempre em uma forma fenomenal. Deve ser a dieta de poucos carboidratos/alto teor de sangue e muito sono. O segundo tipo de poder é o mental. Geralmente ele é uma "pessoa"que consegue dar a volta as mentes das pessoas e pode combinar mente e músculos. Essa combinação incrível é uma das principais razões pelas quais as mulheres amam os vampiros.



3ºVampiros são românticos



Eles sabem cativar uma mulher, com o seu charme e doçura. O ambiente é sempre escuro e misterioso e a atmosfera é sempre perfeita para fazer algo safado :P. A lua cheia parece segui-los por onde quer que vão. Uma das razões pelas quais as mulheres amam vampiros é que eles sabem como mexer todos os pauzinhos para armar o ambiente perfeito. Outra vantagem deles é que eles não falam muito, para não estragar o momento.



4º Vampiros buscam eternamente por “ela”



Mulheres adoram pensar que estão destinadas a viver toda a sua vida ao lado de um homem. Elas amam a visão romântica de uma alma-gémea - duas pessoas destinadas a se encontrar, se apaixonar e viver o resto de suas vidas juntos. Agora imagine que o homem esteja louco por encontrá-la e esteja procurando por ela há incontáveis séculos. Isso derruba uma mulher como uma bala de prata no coração. Quando um vampiro crava seus dentes (figurativamente) em uma mulher, ele a faz sentir como se fosse a única mulher no mundo.



5º Vampiros são persuasivos



Vampiros têm um comportamento calmante. Eles são suaves, subtis e de uma doçura extrema.

.

6º Vampiros são temperamentais



Mulheres imploram por um conflitozinho. Honestamente elas adoram uma pitada de drama no relacionamento. Isso deixa as coisas animadas e excitantes. Isso é perfeito para o vampiro, cujo temperamento está constantemente mudando.



7º Vampiros se vestem bem



Já viu algum vampiro mal vestido? Nunca. Vampiros sempre estão impecavelmente vestidos, com um belo penteado e uma boa aparência, apesar da palidez. Suas camisas elegantes (geralmente escuras) mostram a porção exacta de tórax. Um par de calças justas e uma ocasional encharpe ou medalhão completam o visual. Como um Tom Jones dos dias modernos sem o enorme crucifixo nas suas calças - gótico mas classudo. Eles geralmente parecem mais bem vestidos que os vivos. Eles usam bem suas roupas, com caimento perfeito. E ainda bem que a maioria abandonou as capas, mas ate as capas lhes davam um ar mais misterioso, digam la se não :P.



8ºVampiros não exigem compromisso durante o dia



Mesmo as mulheres adorando passar o máximo de tempo possível com os homens que elas adoram, elas ainda querem ter algum tempo sozinhas para sair com as amigas ou tratar de seus assuntos particulares. Elas se sentem mal se não puderem ao menos telefonar e fofocar algumas vezes durante o dia. Mulheres amam vampiros porque vampiros não tomam inteiramente o dia da mulher. Inferno, eles nem podem ficar muito tempo da noite. Os pernoites duram apenas até o nascer do sol e os vampiros não podem ser encontrados até o sol se por.



9ºVampiros são solitários



Vampiros trabalham sozinhos. Eles não têm muitos amigos, e se os tem, eles estão longe cuidando dos seus próprios negócios. Mulheres gostam de vampiros porque eles têm todo o tempo do mundo. Literalmente para estarem com elas, lhes darem atenção,carinho,amor etc.



10º Amam loucamente a mulher amada



os vampiros são aqueles tipos de homens que amam a mulher amada eternamente, e aqui se pode dizer inteiramente porque eles vivem para "sempre"...esta uma e uma das principais razões das quais as mulheres amam os vampiros...
 
Fonte: Flor de Lótus

E então que acharam? Concordam? Já se apaixonaram por um vampiro? Dêem-nos as vossas opiniões!

 
Benditos sejam!