http://i1295.photobucket.com/albums/b634/Katleyy/letras-Coacutepia3_zpscc96821c.png

Cast revela factos chocantes sobre a sua inspiração para Neferet's Curse

Olá Filhos e Filhas das Trevas!

A nossa P.C. Cast falou, via Facebook, um pouco sobre a experiência de escrever sobre Neferet's Curse.


Adoro o ajuste - Chicago (Cidade Branca!) durante a Feira Mundial foi um tempo mágico e foi um prazer trazê-lo à vida outra vez. Mas o resto do livro foi difícil de escrever para mim. Eu entrei para este projeto sabendo que estava a entrar em força. Queria mostrar aos meus leitores a tragédia que aconteceu com a Neferet quando ela era uma adolescente de nome Emily Wheiler, e ao fazê-lo queria que os meus leitores formassem uma empatia pela jovem Emily, de modo a perceber porquê que a Neferet procurou a Escuridão em busca de consolo, e para que sentissem pena da Neferet/Emily. Mas, principalmente, para perceberem que, mesmo sendo a Neferet vitima de um ato terrível, ela escolheu não se curar. Ela decidiu abraçar a vingança e procurar por poder em vez de amar a si própria e procurar que os outros (a sua mentora, a sua Sumo Sacerdotisa, etc) a ajudassem a afastar-se daquele ódio-próprio e violência.

Houve outro aspeto da história da Emily/Neferet que foi difícil para mim. Eu fui violada quando era uma jovem adolescente. Não havia qualquer sistema de apoio na época contra este tipo de violência - a violência perpetrada contra uma mulher por um "amigo". Durante muito tempo culpei-e a mim mesma. Odiei-me quase tanto como odiei os homens. Como a Emily, estava despedaçada. Ao contrário da Emily, encontrei uma forma de me curar e escolhi o amor e a luz em vez da vingança e da escuridão. Mas eu sabia que, enquanto escrevia a história da Emily, precisava de entrar numa parte do meu passado que seria doloroso reviver. Foi doloroso, mas também foi purificante. Isso deixou-me triste pela jovem que foi a Emily, tal como pela jovem que, à vários anos atrás, fui. Isso também me fez entender a Emily e a Neferet. Discordo com as escolhas da Neferet, mas compreendo porque as fez. Espero que os meus leitores façam o mesmo.

Isto é para os que também já foram tocados pela violência que mencionei desta parte negra do meu passado. Por favor, saibam que: 1. NÃO FOI VOSSA CULPA, 2. Hoje existe ajuda disponível se escolheres aceitá-la, e 3. Escolhe o amor. Sempre o amor. Para ti e para os outros.

Desejo-vos as mais brilhantes preces,
PC

#FontedaNoticia