http://i1295.photobucket.com/albums/b634/Katleyy/letras-Coacutepia3_zpscc96821c.png

Passatempo "O Manual do Iniciado": Diana Carvalho

Olá Filhos e Filhas das Trevas!

Hoje trago-vos o ritual escrito pela nossa outra vencedora do passatempo "O Manual do Iniciado", Diana Carvalho:

Quando já estavam todos a postos Zoey, nervosa, acendeu a alfazema e dirigiu-se a Damien que se encontrava a Este e começou:
“Do Leste convoco o Ar. Ar é o elemento da harmonia e liberdade. Ajuda-nos a libertar-nos do caos que se avizinha e traz a paz.” – logo o ar em seu redor começou a dançar livre e cheio de alegria, como sempre. Zoey encaminhou-se para Sul, para Shaunee, e continuou:
“Do Sul convoco o Fogo. Fogo é o elemento da vontade. Junta-te a nós e nos tragas o teu poder e a vontade de dar a este mundo um futuro melhor.” – elas foram rodeadas por um calor súbito que, embora não queimasse de verdade, as aquecia com uma vontade enorme de arder (e mudar o futuro, esperavam todos!). Ambas estavam coradas pelo calor que as circundava. Zoey seguiu mais para a direita, para Oeste, onde se encontrava Erin à espera da sua vez.
“Do Oeste convoco a Água. Água é o elemento da mudança. Auxilia-nos na mudança do futuro fatídico que nos espera para algo mais pacífico e são.” – à sua volta começaram a rebentar ondas que traziam consigo compaixão e desejo de mudar o inferno que seria o futuro. Subitamente mais calma, virou-se para Norte, onde se encontrava a sua amiga do peito, Stevie Rae.
“Do Norte convoco a Terra. Terra é o elemento da substância. Dá-nos a força da tua substância para que possamos derrotar e sair triunfais desta prova que se avizinha.” – a relva debaixo dos seus pés parece ter começado a crescer e elas puderam sentir o cheiro dos prados floridos e do trigo. Quando Zoey focou o rosto de Stevie Rae ela não sorria mas nos seus olhos estava reflectida a força que o seu elemento tinha trazido ao círculo. Ao olhar para Zoey, Stevie Rae sorriu finalmente: “Vamos dar-lhes uma abada de certezinha! Estão comigo, minha gente?”. Os restantes concordaram em voz alta o que a deixou mais confiante para continuar e dirigiu-se para o centro onde invocaria o seu próprio elemento.
“Do Centro convoco o Espírito. Espírito é o elemento da união. Por isso te peço que compareças ao nosso círculo e que nos unas, a nós e aos elementos, num só para que todos os nossos atributos se possam complementar e tornar-nos mais coesos, fortes, corajosos e livres; para que possamos mostrar o poder da bondade da nossa Deusa ao mundo!” – o espírito de Zoey começou a dançar e encheu-a de coragem para enfrentar todas as adversidades, pois ela sabia que não estava sozinha. Ninguém está sozinho. Prosseguiu a sua oração falando à Deusa:
“Que tenhamos iniciativa para guiar os nossos caminhos pela estrada mais correta e clareza para discernir a Luz da Escuridão. Levar o amor dentro e fora de nós. Nyx, pedimos-te que nos dês a tua sabedoria e bondade para que sejamos capazes de derrotar a Tsi Sgili e Kalona.” – À volta de Damien formou-se um novo círculo, mais pequeno, feito de ar, amarelo; à volta de Shaunee um de fogo, vermelho; à volta de Erin um de água, azul; à volta de Stevie Era um de terra, verde; e à volta de Zoey um roxo. O círculo roxo aumentou de tamanho até rodear os restantes vampyros. Os outros círculos tornaram-se raios que partiram do seu vampyro para Zoey, para depois se juntar ao grande círculo roxo. O fio que agora os unia era de todas as cores. As cores começaram também elas a movimentar-se e a girar até o fio se tornar dourado. Era lindo, mágico, hipnotizante.
Nix materializou-se dentro do círculo. Mais uma vez todos ficaram boquiabertos com a sua beleza e majestosidade. Virando-se para Damien disse:
“O Ar está em todo o lado. Rodeia-nos a toda a hora. Invisível e intocável, está sempre em movimento… impossível de controlar. O ar é espontâneo, errático e volátil; é despreocupado, evasivo, determinado e imparável. Os que subestimam o seu poder, fazem-no com o risco da sua vida. Os que têm afinidade com este elemento são sábios, calmos, pacíficos e autênticos.” – Damien vez-lhe uma vénia. A Deusa rodou para a direita e olhando para Shaunee disse:
“O Fogo é temível, quente e mortal; é severo, agressivo e destrutivo. Se for deixado incontrolável, a sua fúria explode até se consumir. Mas quando dominado, é uma força formidável. Combate a escuridão e o frio. Sozinho é mortal, até para si, mas unido com outros elementos… tem a força para conquistar mundos. Fogo não é só destruição; também é vida. É também ele quem aquece os nossos corações. Os que têm afinidade com este elemento são poderosos, apaixonados e fiéis.” – os olhos de Shaunee brilharam, contagiados pelo fogo. Nyx rodou para encarar Erin:
“A Água é o que dá vida a tudo. É paciente, calma e intemporal; é coesiva, perigosa; cura e dá vida. Sem ela, apenas existe pó. A água é profunda e misteriosa. A água pode destruir com força sem igual. Tem que ser respeitada. Os que têm afinidade com este elemento são sensatos e têm compaixão.” – Erin sorriu. A Deusa virou-se para Stevie Rae:
“A Terra é grosseira e gosta de se mostrar, mas é forte e fatal; É arrogante e rígida… mas nunca irá comprometer e nunca se rende. Não é subtil… mas é honesta e arrojada e sempre pronta a combater. Pode ser cega, precisa, quente, fria, derretida ou sólida… mas nunca é fraca. É um erro entrar em combate sem usar a sua força. Os que têm afinidade com este elemento são pacientes e empáticos e, tal como a Terra, são resistentes.” – nos olhos de Stevie Rae via-se a determinação do seu elemento. Encarando finalmente Zoey, a Deusa disse:
“O Espírito é o guia de todos os outros elementos e cria equilíbrio; é ele quem nos guia na longa e difícil viagem que é a Vida. É verdadeiro, intemporal e imortal.” – Zoey sorriu para a Deusa e esta, virando-se para todos, proclamou:
“Os elementos são honestos, verdadeiros e abertos connosco. Sejam abertos com eles e terão toda a sabedoria que alguma vez necessitarão.” – Dito isto, desapareceu.
O fio que os unia ficou prateado. Zoey começou a despedir-se dos elementos e agradecer-lhes por ordem contrária à inicial: Espírito, Terra, Água, Fogo e, por fim, Ar.
Já sabiam o que fazer: deviam, não apenas controlar os elementos, mas também deixarem-se ser controlados pela honestidade, verdade e bondade que eles continham.

PS: Qualquer erro ortográfico não foi corrigido, estando apenas a ser apresentado o material original.

Que Nyx vos abençoe!

2 comentários:

ines disse...

muito fixe! parabéns à autora ;)

Anónimo disse...

Vou ser sincera eles parecem bruxos KKkKk