http://i1295.photobucket.com/albums/b634/Katleyy/letras-Coacutepia3_zpscc96821c.png

Abandoned: Mentiras

Olá pessoal!
Desculpem eu não ter postado na terça mas tive uns problemas na net.
Este é o penúltimo capítulo, na próxima terça-feira vai ser o último capítulo.
Espero que estejam a gostar e claro comentem, a Tina fica muito contente.




Abandoned
38º Capítulo

Estávamos na sala.
Afrodite tinha ido vestir-se e não voltara a aparecer, pelo que calculei que tinha ido dormir.
Erik estava sentado ao meu lado, absorto em qualquer coisa que eu não conseguia pressentir, e Theodora andava de um lado para o outro a olhar pela janela, ansiosamente.
Quando o silêncio se tornou insuportável, virei-me para Erik:
-O que é que se passa? –perguntei, baixinho.
Ele fechou os olhos, concentrando-se.
-Tenho sede, muita sede.
Olhei para Theodora, mas ela pareceu não se aperceber que tínhamos falado.
-Não consigo suportar –continuou ele –Consigo sentir tudo nela, o coração a bombear o sangue delicioso, a jugular a pulsar no pescoço, cada único capilar que pulsa na pele dela… Está a matar-me.
-Eu sei –respondi –Conheço isso… Parece ter-te possuído, não te deixa respirar sem a olhares, sem a sentires e desejares… Parece chamar-te, e só queres passar lá a língua, sentires o liquido fluir nos teus lábios… Mas melhor ainda será quando lhe tocares realmente, a explosão de sabor, o desejo por mais…
Agora estávamos ambos a olhá-la, e quase a salivar.
Estremeci e abanei-me, afastando o pensamento.
Tirei o frasco pequenino do bolso e abri-o.
-Toma, bebe um pouco.
Ele olhou-me com estranheza, pegou no frasco e cheirou-o.
O aroma dominou-o e ele deu-lhe um golo.
Abriu os olhos, espantado.
-Por Nyx! Zoey, onde arranjas-te isto?!? E o que é?
“É Nyx…” pensei, ironicamente.
-Não interessa, mas é bom o suficiente para acalmar o estômago.
-Zoey… -murmurou, olhando-me –Tu não…
-Claro que não! Não matei ninguém, não é o sangue do Heath, e não o retirei de nenhum ser vivo!
-Então… Como o arranjas-te? .perguntou.
-Já te disse que não é da tua conta!
Ficámos um bocado em silêncio, até que Theodora se veio sentar à nossa frente.
-E agora? –perguntei-lhe.
-Pois… -respondeu –Não sei… Segundo a tua história, não podem voltar para a Casa da Noite, então a vossa única opção será ficarem aqui…
-Quer dizer aqui? Aqui em sua casa?
-Pois, não encontro uma outra solução… Não deve haver problema, ficam nos quartos que vos preparei…
-E –acrescentou Erik –Como eu já sou vampyro, tu e a Afrodite estão seguras, porque estarão sempre perto de mim.
-Mas fazemos o quê? –insisti –Não podemos viver aqui para sempre, à muita coisa para fazer!
-.Podemos sempre ficar aqui até encontrarmos uma solução…
-Não –protestei –Há demasiada gente a sofrer, lá fora, neste preciso momento! O que é que fazemos por eles?
Ele suspirou.
-Zoey… Não podemos estar sempre em todo o lado a salvar o mundo todo! Não existe maneira de salvares toda a gente, e há quem tenha de partir agora, não podemos fazer nada por esses…
O quê? Ele só podia estar louco! Não podíamos fazer nada por eles… Podíamos, podíamos salvá-los, podíamos arranjar-lhe outra oportunidade, ou podíamos ficar ali, naquele abrigo, sem fazer nada.
Nesse momento, Lord apareceu, e gatinhou para cima de mim.
-Acho –disse Theodora –Que ele quer falar contigo.
Olhei-a, confusa.
-Ele diz que falou com a… Alisha? –fitei-a com mais atenção, e acenei com a cabeça –Ela… Ela diz que Neferet está louca… “Loren foi Morto” é o que ela anda a gritar! Está tudo um caos lá fora, o Jason foi-se embora, diz que vos viu –“Que nos viu” pensei, ele devia ter-me visto com Erik! Coitado… -Ela está com o Luke… Uma rapariga loira queria matá-la por não lhe dizer o que te tinha acontecido… Ela estava com uma negra… Erin, era o nome dela, e a outra psicótica era a Shaunee… Quer saber onde estás… E porque demoras… Zoey, o que te aconteceu?
Paralisei, sem perceber bem. Erin e Shaunee estavam bem, o que era um alivio, e tinham tentado matar Alisha, o que quer dizer que não estavam magoadas, mas não podia deixá-las saber de mim.
-O que queres que ele lhe diga? –perguntou Theodora.
Pensei, por uns momentos, mas descobri que era a minha única opção.
Virei-me para o gato preto no meu colo, que me fitava com os grandes olhos azuis, como se previsse o que ia dizer.
-Diz-lhe que morri, que encontras-te o meu corpo.
Erik fitou-me, chocado, e Theodora olhou-me compreensivamente.
-Vais magoá-la. –disse, dando voz aos pensamentos de Lord.
-Eu sei que sim –murmurei –Mas dessa forma ela não me procurará, qualquer outra forma seria demasiado perigosa…
E juro que o vi acenar com a cabeça!
-Bem, então está decidido! –exclamou Erik –Nós façamos aqui, tu morreste.
-Sim –concordou Theodora.
-Hum hum –fiz, acenando –E acho que me vou deitar. Desculpem.
Avancei até ao corredor.
De caminho, passei no quarto de Afrodite. Sabia que ela não estava a dormir, mas fingi que acreditava na farsa dela, e depois passei no de Stevie Rae, que nem tentava disfarçar as lágrimas.
-Acreditas Zoey? Que eu o matei? –perguntou, aos soluços.
-Acredito –respondi - Acredito que sim. E acredito que é um monstro –sim, disse mesmo aquilo –E também acredito que vais mudar, e que não serás sempre assim. Eu vou resolver-te Stevie Rae, a sério que vou, e posso não saber como, mas vou fazê-lo.
Tinha dito toda a verdade, tudo o que sentia, e deixara de mentir-lhe, e dizer-lhe que tudo ia correr bem. Naquele dia, já estava farta de mentir.
-Obrigada –murmurou, secando as lágrimas –Obrigada por teres sido honesta Zoey… Eu acredito em ti.
Acenei, simplesmente, e sai do quarto dela.
Dirigi-me ao meu, que ficava ao fundo do corredor, e deixei que tudo o que tinha suprimido se abate-se, finalmente, sobre mim.


(Último capítulo: próxima terça-feira, ás 16 horas)

10 comentários:

Anónimo disse...

Adorei o capitulo, está lindo =D

Miss Joanadas disse...

Peço-vos que assim que for possível
a disponibilizem em pdf para a poder
sacar para ler.

Como já a apanhei por volta do
capitulo 25 já não li e gostaria de
o poder fazer.

Obrigado.

M.G. disse...

mais um bom capitulo :)

Joana disse...

Tina, tens muito talento não sei de tiveste aulas de escrita ou não, só sei que a tua fanfic está muito boa, aliás exelente é pena é já tar prestes a chegar o fim... que pena... Mas tal como tudo tem princípio e fim. Talvez um dia eacrevas um livro e seja publcado (já vendias pelo menos um exemplar).
Já agora este capítulo tá muito bom, tens vindo a melhorar.


Que Nyx te abençoe!
Joana

Daniela disse...

ja vai acabar? oh agora que estava a gostar bastante
tina gosto muito de ler os teus textos, e gostava muito que continuasses a escrever

Anónimo disse...

gostei muito deste capìtulo estava muito bom tens muito cheito .
bjs

Sofia Duarte disse...

Houve um passarinho que me contou que ela irá continuar a escrever uma história... Algures pelo mudo da blogoesfera...

Tina, mais um capitulo maravilhoso :)

Mal acabe aqui umas coisas te enviarei para observarmos umas coisas :P

O final aposto que seja completamente fenomenal :)

Parabéns! Desejo-te muita imaginação e sucesso no que possas vir a fazer de seguida... hihi

Tina disse...

Obrigada a todas!
Miss Joanadas, se fores ao menu no canto superior direito, Existe uma opção que diz "Abandoned", lá podes ler toda a fic... Quanto a
formato PDF, isso já não sei se vai haver!
Joana, obrigada, e não, nunca cheguei a ter aulas, mas gostava de ter!
Daniela, pois percebo-te, também queria continuar, mas há uma altura em que começa a ser entediante para vocês ler/para mim de escrever, então...
Obrigada a todas!
Bjs,
Tina!

Nes disse...

Tina...tens um talento natural!! Está cada vez melhor...Parabens ;)

Bjs
Nes

Tina disse...

lol Sofia, e não é só contigo xD
Na realidade, criei recentemente outro blog onde irei postar algo só meu xD
Obrigada Nes!
Bjs,
Tina!