http://i1295.photobucket.com/albums/b634/Katleyy/letras-Coacutepia3_zpscc96821c.png

Fanfic: The Girl With The Red Rose - Capitulo 25

Capitulo 25

Ok, as coisas não estavam a correr como previsto. Margarida levou-me directamente para o quarto onde vira Angel, mas ele não estava lá. Corremos pelos corredores. Margarida atravessava as paredes para ir-me dizendo se ele se encontrava nalguma daquelas divisões para não ter de abrir a porta de cada vez que passava põe uma.
-Mas onde raio se meteu ele? Kalona não iria deixar-se ficar por muito tempo até mandar os Zomba-Corvos virem à minha procura.
-Mariana esconde-te naquelas casas de bano enquanto eu vou procurar o Angel! – Margarida desapareceu subitamente. Corri para as casas de banho e tranquei-me numa das cabines sentando-me no tampo da sanita. Tirei rapidamente do bolso, o telemóvel que Damien me dera. Estava a tremer enquanto marcava o número da Zoey. Não precisei de espera muito tempo até ela atender.
-Zoey! A Joka? Ela está bem?
-Sim, não te preocupe ela e a tua Sacerdotisa já aqui estão em segurança nos túneis. – suspirei de alivio. Pelo menos este assunto já estava encerrado a minha amiga estava em segurança.
-Mariana, hmmm acho que ela quer falar contigo… - Zoey passou o telemóvel a Joka.
-Mariana! Já encontrassste o Angel?
-Não. Estou trancada numa das casas de banho à espera que a Margarida me diga a localização exacta dele. Joka, prometo que não te vou desiludir. Não volto sem ele. A Tekas está de tal maneira enfeitiçada por Kalona que acho que não vale a pena tentar ir à procura dela. Ela vai ficar bem com os outros iniciados. Kalona e Nefert parecem querer governa-los, não lhes vão fazer mal.
-Esspero que tenhasss razão… - ouvi Joka soluçar do outro lado da linha. Estava a chorar…
-O que se passa Joka?
-Eu, não sssei o que se passa comigo. Sou má? Não sei porque contei à Nefert do teu dom. Eu não era assssim.
-Não chores. Não faz mal. Fala com a Stevie Ray ela vai tratar de ti enquanto não volto para os túneis. Joka, sei que não estou em posição de te pedir favores mas se eu não voltar cuidas do David? – tentei não começar a chorar. Tinha que me preparar para todas as situações. Conseguia tratar de Nefert com facilidade mas Kalona e os Zomba-Corvos … Estava a sentir-me cansada, disparar aqueles raios de energia fez-me perder forças. Estava a ficar com sono…
-O que estás a querer dizer? O que ssse está a passsssar? – Joka soluçava e pareceu ofegar ao telefone.
-Estou só cansada… - comecei a sentir as pálpebras a ficarem pesadas. Consegui ouvir Zoey que pegara no Telefone.
-Mariana! O que se passa?! – Zoey parecia gritar mas estava com dificuldade em conseguir ouvir ou até mesmo responder.
-Estou… Estou cansada… não sei o que se passa. Estou quase a dormir. – o telemóvel escorregou-me da mão, tentei alcança-lo mas tombei para a frente batendo com a cabeça na porta da casa de banho. Custava-me manter os olhos abertos, doía-me o corpo todo, comecei a sentir a cabeça a andar à roda e pouco tempo depois perdi os sentidos.
*******

Zoey Redbird

-Estou… Estou cansada… não sei o que se passa. Estou quase a dormir. – Mariana estava com a voz rouca. Só consegui ouvir o som de algo a cair antes da chamada cair. Oh não! Ela deve ter perdido os sentidos. Devia estar exausta. Pelo que Joka disse Mariana devia estar estoirada depois de intervir contra Kalona. Eu própria já sentira a sensação. Fico sempre muito exausta. Ter um grande poder também implica não só responsabilidade como também grandes consequências.
-Stevie Ray! Chama o Damien e as Gêmeas e diz para trazerem as velas. Vamos ter de invocar um círculo e concentrar-nos na Mariana para lhe dar alguma força. – Stevie Ray assentiu e correu para fora do quarto. Olhei para a amiga de Mariana que chorava desesperada agarrada ao David. Ele também parecia conter as lágrimas. Aproximei-me de ambos.
-Tenham calma eu prometo que vou ajuda-la! – Joka virou-se para mim com lágrimas de sangue a escorrerem-lhe pela cara.
-A culpa é minha! Não devia tela deixado lá sssozinha. – a rapariga continuava a chorar e a soluçar. Baixei-me e toquei-lhe no ombro, com esperança de conforta-la.
-Não tiveste culpa de nada. É a nossa missão. Mariana é a escolhida tal como eu. Há certos riscos que temos de correr. É o nosso destino. E Nyx está sempre connosco. – a rapariga começou a acalmar-se. Entretanto Stevie Ray, Damien e as Gêmeas entraram a correr dentro do quarto com as respectivas velas já na mão, pondo-se logo em posição. Acendi um fósforo e dirigi-me a Damien «Chamo o ar ao nosso circula. Para ajudar a Mariana a controlar cada fôlego. Vem a mim ar!» antes sequer de acender a vela de Damien comecei logo a sentir um torvelinho à nossa volta. Movi-me no sentido dos ponteiros do relógio, em redor do círculo, até chegar a Shaunee com a sua vela vermelha. «Chamo o fogo para aquecer o coração e dar forças à Mariana.» Não precisei de usar o fósforo pois a vela de Shaunee acendeu-se numa chama brilhante. Avancei até Erin que segurava a sua vela com determinação. «Chamo a água para que cure cada cicatriz da nossa amiga. Vem a mim água» Acendi a vela e juro ouvir as ondas do mar. Dirigi-me logo até Stevie Ray. «Chamo a terra ao nosso circulo, a terra é o nosso lar a força da vida. Terra protege a nossa amiga e ajuda-a a escolher o caminho certo» Senti logo o cheiro a relva. Por fim dirigi-me para o meio do circulo onde estava a minha vela. «Por fim, mas não menos importante chamo o elemento espírito ao nosso circulo. Proporciona-nos paz interior e coragem. Vem a mim espírito» Senti a força do elemento dentro de mim. Era confortante.
-Concentrem toda a força do vosso elemento na Mariana! – os meus amigos e eu fechámos os olhos concentrando toda a força dos nossos elementos na nossa amiga em perigo. Protege-a Nyx…
*******
Mariana

Estava deitada no chão da casa de banho. Cada fôlego era doloroso. Perdia os sentidos e voltava a abrir os olhos de repente. Era algo estranho. O pior disto tudo é que iria quebrar novamente a minha promessa para com Joka. Comecei a chorar, estava tão farta disto tudo. Sentia-me uma fraca, e coisa que eu não sou é fraca! Tentei levantar-me com um ultimo esforço mas em vão. Tombei novamente no chão.
Estava tudo escuro… Estaria eu a sonhar? Comecei a ouvir a voz de Zoey a ecoar dentro de mim. «Chamo o ar ao nosso circula. Para ajudar a Mariana a controlar cada fôlego. Vem a mim ar!» comecei a sentir os meus pulmões relaxarem. A dor que sentira a respirar desaparecera. «Chamo o fogo para aquecer o coração e dar forças à Mariana. » Senti um calor, no meu peito que me fez sentir amada. «Chamo a água para que cure cada cicatriz da nossa amiga. Vem a mim água» A voz de Zoey continuava a ecoar na minha cabeça e comecei a sentir uma frescura e força. Sentia-me a flutuar no mar. «Chamo a terra ao nosso círculo, a terra é o nosso lar a força da vida. Terra protege a nossa amiga e ajuda-a a escolher o caminho certo» Senti a força da terra. O meu corpo relaxou completamente com aquela sensação. «Por fim, mas não menos importante chamo o elemento espírito ao nosso círculo. Proporciona-nos paz interior e coragem. Vem a mim espírito» Senti-me feliz e em harmonia com o mundo inteiro. Antes de abrir os olhos vi o rosto de Damien, Shaunee, Erin, Stevie Ray e Zoey completamente calmo e sereno a segurar uma vela. Não precisei de mais nada. Depois de ver aquelas imagens dentro de mim recuperei logo os sentidos e levantei-me.

2 comentários:

Dara disse...

Muito bom... Cada vez melhor... Continua o bom trabalho =)

Marta disse...

Obrigado :)