http://i1295.photobucket.com/albums/b634/Katleyy/letras-Coacutepia3_zpscc96821c.png

Fanfic: The Girl With The Red Rose - Capitulo 26

Capitulo 26

Permaneci fechada na casa de banho à espera de Margarida. Margarida apareceu-me poucos minutos depois atravessando a cabine.
-Porra! Não me assustes desta maneira.
-Desculpa.
-Então encontras-te o Angel?
-Encontrei. Ele está a ter uma aula de esgrima no pavilhão! – Margarida franziu o sobrolho questionando o que tencionava fazer.
-Muito sinceramente não faço sequer a menor ideia. Como está a situação ali fora? O Kalona anda à minha procura?
-Ele mandou os Zomba-Corvos atrás de ti. Mas deu instruções para te apanharem viva. Já a Nefert anda completamente estérica! Anda a mancar agarrada a um pau. Deste-lhe mesmo forte. – Margarida sorriu-me.
-Não tive culpa, ela irritou-me. Mas reparaste que o Kalona não teve nem um arranhão? – agora que pensava melhor no assunto, ao contrário de Nefert, depois de ser atingido pela força do meu dom Kalona não ficou mal como Nefert. Como iria ser possível dar cabo de um imortal?
-Mariana, acho que se queres sair daqui com vida é melhor sairmos já! Vamos pela parte traseira do edifício até ao pavilhão. Achas que consegues disparar alguns raios? – Margarida estava com receio. Pensei um pouco no assunto analisando o meu estado. Fiquei completamente estoirada depois do meu ataque contra Nefert e Kalona. Foi um ataque poderoso, talvez não será preciso tanta energia para os Zomba-Corvos. Eles são mais fracos que Kalona e Nefert. Assenti com um aceno confiante. Eu iria conseguir. Margarida atravessou a parede e foi ver se estava alguém no corredor.
-Podes vir! Não está aqui ninguém. Corre! – comecei logo a correr pelo corredor fora tentando fazer o mínimo barulho possível. Margarida ia-me indicando o caminho. Quando cheguei ao exterior fui logo atacada por Zomba-Corvos que tentavam agarrar-me. Atirei-me para o chão evitando ter de recorrer ao meu dom. Eles só me queriam apanhar. Iriam a todo o custo evitar tentar magoar-me. Desviei-me das garras e corri pelo pátio em direcção ao pavilhão. Estava quase a chegar perto do pavilhão quando umas enormes garras me prenderam pelas pernas. Rolei para traz virando-me para a enorme criatura lançando-lhe uma bola de energia, a chama cor-de-rosa electrocutou o Zomba-Corvos por completo, soltei as pernas e entrei no pavilhão.
-Angel! – Angel estava a ter uma aula de esgrima. Ao ouvir-me virou-se para mim e desatou logo a correr na minha direcção.
-Mariana! Temos de sair daqui e procurar, a Joka!
-A Joka está bem! Anda! Temos de ir ter com a Zoey e os outros. – Angel correu em direcção à porta onde estávamos agora completamente cercados por Zomba-Corvos.
-Merda! Estamos completamente cercados! – Angel fechou a porta com um movimento brusco. Só quando estávamos ambos encostados à porta é que percebi que um monte de iniciados que estava a ter aula de esgrima incluindo o professor estavam a olhar para nós com ar perplexo. Não podíamos perder tempo com estas coisas. Fechei os olhos concentrando-me no meu dom. Comecei a sentir a chama nas palmas das mãos. Os meus olhos também se encontravam em chamas e um tornado começou a formar-se à minha volta. Ouvi várias exclamações mas ignorei tudo à minha volta para me concentrar. Lancei uma enorme chama aos Zomba-Corvos que pouco depois estavam electrocutados no chão. Comecei a correr com Angel em direcção ao portão da Casa da Noite. O portão estava cercado de Zomba-Corvos. Desta vez não tínhamos hipóteses. Estava demasiado exausta para lançar outra bola de chamas.
-E agora o que fazemos? – Angel agarrou-me a mão com força. Vi uma sombra a saltar por cima de nós. Era o professor de esgrima! Ele saltou em cambalhota por cima de nós, brindou-me com um sorriso e começou a atacar os Zomba-Corvos. Cortou-os aos pedaços deixando-nos assim o caminho livre. Corremos para longe da Casa da Noite felizes por nos vermos livres daquele inferno. Corremos cerca de 10 minutos até encontrarmos um sítio seguro para nos escondermos. Angel sentou-se ofegante no chão molhado, imitei-lhe o gesto e peguei na escuta que Afrodite me dera falando directamente para ela.
-Conseguimos fugir da Casa da Noite! – falei para a escuta desejando que alguém me ouvisse. Disse a nossa localização e pedi para que alguém nos viesse buscar. Teria usado o telemóvel mas perdi-o, provavelmente quando aquele Zomba-Corvos me prendeu pelas pernas. Depois de ter dado a nossa localização voltei a guardar a escuta, olhando para Angel.
-Angel, quem era aquele professor de esgrima que nos ajudou a sair da casa da noite? – Angel sorriu-me ainda tentando controlar a respiração.
-Era o professor Dragão. Era suposto ser o meu novo orientador. Assim que o conheci percebi logo que ele não tinha o mesmo encantamento por Kalona como os outros. Algo me disse que podia confiar nele e falei-lhe de ti e do teu dom. Ele ficou encantado com a ideia de se ver livre de Kalona e disse me que podia contar com ele para o que fosse preciso. Disse que a esposa dele e a professora de equitação também se recusavam a aceitar Kalona e que estavam felizes por saber que Nyx te mandou para ajudar a Zoey. – fiquei feliz por saber que não estávamos sozinhos nesta batalha. Encostei-me ao tronco da árvore e fechei os olhos.
-Angel, o Dário deve estar por aí a aparecer não tarada nada. Importas-te que eu descanse um bocado? Estou cansada. – Angel assentiu-me e deixou-me pousar a cabeça no seu ombro. Sentia-me tão cansada… Tentei esquecer tudo o que se passara nas últimas horas. Pensei na força e energia que sentira quando estava na casa de banho. Provavelmente Zoey invocou um círculo mandando a força dos elementos para me ajudar. Agora que pensava melhor no assunto fiquei feliz por ter conhecido Zoey e os outros, sentia-me finalmente feliz. Antes de adormecer agradeci a Nyx por me ter marcado.

3 comentários:

Baá disse...

Gostei muito deste capitulo, continua ...
beijinhos

Joana Sofia disse...

Tou a adorar mal posso esperar pelo próximo capitulo...

Continua assim! Beijokas da Joana Sofia

Marta S. disse...

Obrigado :) bj