http://i1295.photobucket.com/albums/b634/Katleyy/letras-Coacutepia3_zpscc96821c.png

Fanfic: The Girl With The Red Rose - Capitulo 27

Capitulo 27
Stevie Ray

Quando Zoey invocara o círculo para ajudar Mariana senti-me novamente próxima do meu elemento. Há muito que não sentia aquela forte ligação com a terra. Trouxe-me boas e más recordações. Até custa a acreditar que era tudo tão recente. Fui mesmo cruel quando perdera a minha humanidade. Sentia-me completamente perdida naquela altura, só o sangue me interessava. Comete o erro de meter a sede à frente da minha amizade com a Zoey. Agora que olhava para a amiga de Mariana via-me a mim. Tinha de ajuda-la. Não iria permitir que ela cometesse os mesmos erros que eu. Certamente viria a arrepender-se. Estávamos todos sentados à espera que Dário voltasse com Mariana e Angel. Aproveitei o facto de Joka estar sozinha sentada a um canto para falar com ela.
-Importaste que me sente aqui contigo? – assentiu-me e desviou-se um pouco para me poder sentar no chão ao lado dela. Ficamos caladas uma ao lado da outra.
-Então, acho que ainda não fomos apresentadas. Sou a Stevie Ray e sou igual a ti. – A pequena rapariga olhou para a minha testa mas desviou-me logo o olhar. Parecia estar a ter uma batalha consigo mesma. Estava muito tensa a mover-se ao meu lado. Não precisei de pensar no assunto, percebi logo o que se passava com ela.
-Estás com sede? – estremeceu ligeiramente ao meu lado e assentiu-me com um ar choroso.
-Essstou com vontade de lhes rasgar o pescoço a todos. Sou um monstro! – Joka contorceu-se e começou a chorar. Tinha de tira-la dali. Peguei nela por um braço e fi-la vir comigo até à arrecadação. Ninguém olhou para nós quando saímos.
-Ouve eu percebo que estás a sentir, já passei pelo mesmo. E admiro muito estares a controlar-te dessa maneira, quando ainda não tinha passado pela mudança a minha sede era tanta que até mordi sem-abrigo com piolhos. – sorri-lhe de maneira a que ela se animasse um pouco, pelos vistos estava a resultar. Fomos até ao frigorífico onde guardávamos alguns sacos de sangue. Passei-lhe um para as mãos. Ela rasgou-o com os dentes e começou a sorver o sangue do saco.
-Agora acalma-te. Não temos muito sangue mas por agora acho que chega.
-Obrigada. – Joka já estava com um ar mais calmo e sorriu-me.
-Stevie Ray posso fazer-te uma pergunta?
-Claro.
-Contas-me a tua história? Quer dizer, contas-me como mudaste? Como conseguiste lutar com o monstro que sentias dentro de ti? - Sorri-lhe e tirei mais dois sacos do frigorífico entreguei-lhe um e bebi o outro.
-Senta-te e vou contar-te tudo. – ficámos sentadas encostadas ao frigorifico. Enquanto lhe contava a minha história Joka ouvia-me com atenção sem me interromper. Disse-lhe que se não fosse a Zoey que nunca teria conseguido vencer o monstro sedento sempre ansioso para rasgar mais um pescoço e sugar todo aquele liquido doce.
-Joka, não vais conseguir passar por isto sozinha. E a pessoa indicada para te ajudar é a Mariana. Tens de confiar nela e em Nyx.
-Mas Nyx abandonou-me.
-Nyx não te abandonou! A nossa deusa está contigo e ama-te. Olha para mim, a deusa brindou-me com um dom pouco antes de morrer. Tenho afinidade com o elemento terra e nunca a perdi. Olha para a minha marca. Passei pela mudança só que é uma mudança diferente. E tu de certeza que também vais conseguir. – Joka estava a olhar para mim com um brilho no olhar que nunca vira antes. Estava finalmente a ficar com esperança e a acreditar.
-Stevie Ray… Obrigada… - Joka sorriu e abraçou-me com força. Não conhecia bem esta rapariga mas gostava dela. Retribui-lhe o abraço.
-Vá, agora vamos voltar para cima que a Mariana e o Angel devem estar a chegar. – assim que ouviu o nome ds amigos Joka levantou-se num salto e fomos as duas para a sala. Estavam todos em pé formando uma roda. Consegui ouvir gemidos e gritinhos. Mas que raio se passava? Corri logo até eles para ver o que se passava. Deparei-me com Afrodite deitada ao colo de Zoey só com a parte branca dos olhos à mostra. Conseguia ver-lhe o suor a escorrer-lhe pela testa.
-O que se está a passar?
-A Afrodite está a ter uma visão. – Zoey afagou a cara de Afrodite.
-Diz-me Afrodite! Diz-me o que estás a ver. – Afrodite estremecia no chão e gritava.
-O sangue! É demasiado sangue! Tirem-me daqui! – Afrodite estremecia e começou a atirar os braços para a frente. Que nojo. Aquilo das visões não era coisa bonita de se ver.
-Nyx! Nyx não quer! –Afrodite continuava a berrar. De repente abriu os olhos e parou de se rebolar. Zoey recostou-a nos braços e levantou-a.
-Estás melhor Afrodite? Conta-me a tua visão. – Afrodite passou a mão na testa antes de responder.
-Bem, isto de ter visões é uma grandessíssima Merda!! -pronto ela estava decididamente melhor.
-O que viste Afrodite? – Zoey voltou a insistir.
-Vi a Mariana morrer. Ela morria de 3 maneiras diferentes e de todas as vezes era aqui na zona.
-O que estás a querer dizer com isso Afrodite?
-Eu? Nada. Mas Nyx está a tentar avisar-nos de que ela tem de se ir embora daqui. Tem de voltar para Portugal. A missão dela aqui está concluída. – Olhamos todos para Afrodite que ainda parecia exausta.
-Não olhem assim para mim. Tambem estou fodida por ela ter de se ir embora. Até gosto dela. – Olhamos ainda mais espantados para Afrodite. As Gémeas riram-se.
-A Afrodite a gostar de alguém para além de si própria? Vai buscar uma maquina de filmar Gémea. – Shaunee e Erin riam-se às gargalhadas.
-Calem-se Gémeas parolas! – Afrodite sacudiu o cabelo e fez um ar azedo.
-Pronto isto agora não interessa! Facto é que ela tem de sair daqui o mais rapidamente possível senão irá morrer. – não acabara Afrodite de falar, quando a porta foi aberta e Dário entrou com Mariana e Angel.
-Quem tem de sair o mais rapidamente possível? – Mariana sorriu. Antes de ser atacada com abraços. E lhe contarmos o que acabara de acontecer

1 comentário:

Kýk@ disse...

Estou a adorar esta FanFic espero que nao desistas e continues, esta a ir muito bem. Parabens!!! Beijokas *.*