http://i1295.photobucket.com/albums/b634/Katleyy/letras-Coacutepia3_zpscc96821c.png

Fanfic: Forgiven - 32º Capitulo

- Zo! Espera tenho que te perguntar uma coisa!
Parei e sentei-me no sofá de dois lugares. Fiz sinal a Heath para se sentar a meu lado
- Zoey, eu… de manhã… não dormi bem e acordei cedo… pus-me à janela a pensar numas coisas… e depois vi-te com o Erik, vocês pareciam tão… sei lá… demasiado chegados… Bem o que eu quero saber é se tu e ele voltaram… - ele coçou o cabelo, embaraçado
- Não Heath, eu e o Erik não voltámos. E duvido que voltemos… - olhei para baixo – ele vai-se embora para a Europa… E apenas estávamos a conversar…
- Ah… Desculpa, a sério! É que eu pensei que vocês tinham voltado… Eu…
- Ele disse-me para tentar contigo… Sabes… Tentar com que dê… - interrompi-o
- Ah… Okay… Hum… isso é… bom e constrangedor…
- Pois…
- e tu?
- Eu?
- Sim, o que disseste? – Ai, ai…! E agora?! Felizmente o telemóvel tocou! Salva pelo telemóvel! YES!
- Estou?
- Z! para a sala, já! Temos que arrumar as coisas!
- Sim senhor Damien! Estou a caminho!
- Traz o Heath, eu não sou propriamente a força em pessoa…
- Sim Hulk – disse gozando com o que ele dissera
- Haha eu sou o Hulk e o Erik todo bom é a Branca de Neve!
- Okay, que comparação! Já estou a ir
Desliguei.
- Que se passa?
- Precisamos de ir arrumar a sala para o ritual e hum… da tua força também, é que o Hulk perdeu os poderes
- O Hulk?
- Damien
- Ah, okay – disse rindo
Saí da sala do dormitório e comecei a dirigir-me para a sala de convívio, mas Heath agarrou-me o braço e parou-me
- Mas primeiro, o que disseste? – pensei um bocado
Dei-lhe um selinho rápido como resposta, pois falar ia ser difícil
- Isto dá? – perguntei mordendo o lábio
- Não… - puxou-me para ele e envolveu-me num abraço. Depois foi natural, como se eu ainda fosse a Zoey Montegomery e estivesse preocupadíssima com o exame de Geometria e Heath fosse o meu incrível namorado da equipa de futebol, o mimos que ele me fazia e por quem me apaixonara desde pequenina. Beijámo-nos e só nos separámos quando nos apercebemos que apesar de estarmos em processo de mudança precisamos de respirar para viver - Agora serve… Por enquanto… - ele deu um sorriso torto e eu mordi o lábio a sorrir – Ah, espera – num gesto rápido trincou-me o meu lábio superior ‘rasgando delicadamente’ a pele e começou a beber. Claro que eu também bebi… O desejo e a sensação de prazer provocada pelo sangue fez-nos aproximar-nos ainda mais, ficando num beijo intenso – Muito melhor – desta vez foi ele a morder o lábio e a olhar para mim como quem me come com os olhos. (Okay, acabei de ter um calaquente com esta ideia – calaquente é exactamente o oposto de calafrio, como não sei algo que defina, invento. Que a Deusa queira que Damien não me ouça!)
- Temos de ir
Fomos até à sala onde eles já tinham começado a retirar as mobílias e a metê-las a um canto para depois se guardarem. Heath ajudou os rapazes a levar a mesa para o meio da sala. Tentámos delimitar mais ou menos o espaço do círculo. Quando já estava tudo arrumado, reparámos que as velas já iam no fim, então tivemos que ir à loja de rituais para arranjar as coisas. Samantha ofereceu-se para ir comigo
- O Chad disse que me ama – ela disse no meio do caminho
- Ah… Okay, conta! Como foi?
- bem… Foi… sei lá! Foi no fim da minha aula de dança. Eu tinha o meu fato de ballet vestido, porque me inscrevi numa espécie de competição entre casas da noite… Bem ele entrou e eu ainda estava a praticar, no fim de todos saírem. Estava de frente para o espelho, mas o meu olhar estava para baixo, por isso não o vi. Ele veio até mi, abraçou-me por trás, fez-me dar uma volta e um ‘mergulho’, depois, quando me levantou beijou-me e disse uma coisa assim: ‘ Sammy, eu… eu gosto muito de ti! Não me sais da cabeça, só quero estar contigo! Sam, eu… eu amo-te’
- OOOOOOWWWWNNNN! Que querido! E tu?
- Eu saí dali a correr! Não sei o que fazer! Eu gosto muito dele, mas tenho medo de me magoar, ou de estar errada e magoá-lo! Nós estamos aqui há pouco tempo mas já sinto que ele é o meu melhor amigo, e que há mais alguma coisa
- Sam, olha, tenta, fala com ele e por favor, não desates a correr!
Pedi as velas e as ervas para o defumadouro e voltámos para a sala a fim de acabar de arrumar as coisas.
- Pois… Vou seguir o teu conselho… Mas… e se der para o torto?
- Não há como tentar – as minhas palavras estavam a ser dirigidas a mim também
- Mas e se…?
- Não há mas e ses nenhuns! É tentar para saber… - quase sussurrei a última parte, assimilando o que acabara de dizer e ganhando coragem para tentar com Heath. Quando chegámos, apenas Heath e Chad estavam lá, em frente a um dos televisores. Como não se aperceberam da nossa entrada continuaram a falar
- Eu e a Zo estamos mais ou menos assim… Mas tenho um pressentimento que vai dar certo, ou pelo menos quero acreditar nisso…
- Tal como eu… gosto tanto da Sammy! Desde que a vi que não paro de pensar nela…
Eu olhei para Sam e as duas desatámos a rir. Eles levantaram-se e olharam os dois para nós. Começaram a ficar os dois vermelhos que nem pimentões, o que nos fez rir ainda mais

Comentem por favor =)

PS: Novo capitulo amanhã à mesma hora.

3 comentários:

Apreciadora da Arte disse...

Esse capitulo foi perfect, mas... gostaria de saber quando sai o proximo capitulo, pq esse sair demorou um pouco mais q os outros e queria saber se o proximo tbm vai demorar.Ass: Vitória, Brasil, fortaleza-CE

MSG disse...

FOI O CAPITULO MAIS QUERIDO DE TODOS

Casa da Noite ☾ disse...

Apreciadora de arte: Repara no PS que está no poste...