http://i1295.photobucket.com/albums/b634/Katleyy/letras-Coacutepia3_zpscc96821c.png

Fanfic: Confused - Capitulo 19

Capítulo 19

Mal cheguei à sala de convívio, apercebi-me de que a minha ajuda pouco era necessária. Bem, acho que o mais correcto é dizer desnecessária, já estava tudo pronto. Absolutamente…
As paredes estavam revestidas de fotografias de alunos da Casa da Noite e bastantes cartazes com umas frases como:
“Sente o ritmo da música e mexe-te com ela”
E ainda um pano decorado com as tatuagens dos vampes adultos a dizer:
“Bem-vindo ao 1º Aniversário comemorado da Casa da Noite”
Ao fundo via-se uma mesa enorme cheia de pratos com comida e ainda um palco.
O chão estafa revestido com uma alcatifa azul esmeralda e no no tecto encontrava-se uma bola de discoteca.
Aquilo estava um espanto.
Vi Zoey e as gémeas reunidas a um canto, à beira da janela. Ambas estavam lindíssimas com os vestidos que tínhamos comprado hoje de manhã.
-Parabéns meninas! – Congratulei-as abraçando-as.
-Está fixe não está? – Perguntou Zoey olhando à volta da sala.
-Um espectáculo – Confirmei.
-É pena teres chegado quando nós acabamos. – Lamentou Shaunee e lançou-me um olhar fulminante. Mas era obvio que estava na brincadeira.
-Vá lá gémeas, ambas sabem que ela estava muito ocupada.
-Sim gémea, tens razão, temos de compreender.
Olhei para uma e para outra e rimo-nos. Era obvio que elas se estavam a referir a Tiger.
Afrodite, que estava do outro lado da sala a pendurar emas meias luas em cartolina prateada, aproximou-se de nós.
-Uau Mia, tu candidataste-te ao anúncio?
-Não
Ela ficou a olhar para mim pasmada.
-Então ele deve ser um sortudo ah? – Disse erguendo as sobrancelhas.
Olhou-me de cima abaixo tal como Tiger fez e como me parecia que toda a gente fazia. Será que não me podiam deixar um bocadinho em paz hein? Quer dizer, já ninguém se pode vestir bem para um baile?
-A Mia acabou de chegar, não podiam poupa-la um bocadinho? – Defendeu-me Zoey, pondo as mãos nos meus ombros e encaminhando-me para fora da sala.
Passamos a porta e senti a brisa quente bater-me na cara. Estava uma noite mesmo óptima, até era uma boa ideia pôr-se musica ali fora.
As folhas das árvores mal abanavam e, quando olhei para o céu que se estendia por cima delas, verifiquei que estava mais estrelado do que nunca. Era uma noite perfeita, talvez hoje há noite pudesse viver momentos perfeitos e descobrir as respostas aos meus problemas.
-Então o que se passa Z? – Perguntei-lhe
Ela riu-se.
-Nada de especial, para variar um bocadinho. Queria só que soubesses que elas não se estavam a referir ao Erik mas sim ao Tiger. Vimos-vos lá fora.
-Já calculava
O silêncio instalou-se e senti más vibrações emanarem dela.
-Há algo que tens de saber Mia – disse finalmente.
Afinal, ela ia contar-me alguma coisa “especial”.
-O que se passa Zoey, conta!
Sentamo-nos há beira de uma árvore. Ela respirou fundo e encarou-me.
-Estive a pensar e, acho que esta noite não nos pudemos divertir tanto como nas outras.
-Que queres dizer com isso.
-Tu tinhas razão, o ataque de Melody foi algo grave…
-Sim, eu sei – Interrompia – E tentei dizer-vos isso , mas toda a gente me ignorou…
-Escuta – Desta vez foi ela que me interrompeu. Olhava para o vazio, observava algo que eu era incapaz, que ninguém era capaz. – Eu falei com as gémeas e elas descaíram-se. Elas disseram alguma coisa do género: “Zoey, aquilo fazia parte do plano que nos deram!...”
-Plano que lhes deram? Quem lhes deu aquele plano? E porque aceitaram?
-Foi o que lhes perguntei, mas elas disseram que não me podiam dizer, que não me podiam contar por mais que quisessem. Que era para meu bem, para não me envolverem naquilo. Que elas tinham entrado nalgo que não tinha saída.
Esperei uns segundos a reflectir.
-Pode ser perigoso – Observei
-Pode – Confirmou
-A Neferet pode estar envolvida.
O vento começou a bater com mais força e a ficar mais frio. Envolvi os meus braços em redor dos meus ombros.
-Também é uma hipótese.
-O Erik agora também deve estar
-Isso é quase certo.
As folhas das árvores começaram a abanar e uma caiu mesmo à nossa frente. Já estava com um tom acastanhado, porém via-se ainda um rasto da sua tonalidade verde nas pontas.
-Então o que é?
-Não sei bem, mas estou a ponderar que elas estejam a passar por uma transformação ou algo assim, tal como a Steve Ray entendes?
-Como é que isso é possível?! Os vampyros vermelhos já são uma excepção à regra, agora isto…Porque pensas isso?
Zoey respirou bastante fundo.
-Elas têm tatuagens brancas – Acabou por dizer.
Tatuagens.
Mais uma raça de vampyros.
Mais um problema.
Mais uma noite que não será tão perfeita como aparentava vir a ser.

2 comentários:

Anónimo disse...

Cada vez mais imaginativo ! Continua xD

Anónimo disse...

entao?? o proximo capitulo?