http://i1295.photobucket.com/albums/b634/Katleyy/letras-Coacutepia3_zpscc96821c.png

Fanfic: The Girl With The Red Rose - Capitulo 17

Capitulo 17

Mariana

Sentia-me tão cansada e enjoada, mas apesar disso até me sentia confortável. Quando comecei a recuperar os sentidos percebi que estava deitada numa cama. Uma cama? Estava com medo de abrir os olhos. O que estaria por detrás das minhas pálpebras? Comecei a abrir os olhos muito lentamente. A primeira coisa que vi foi uma rapariga vampyra, estava a olhar para mim um pouco assustada. Levantei-me muito devagar e comecei a olhar para ela. Devia ser mais ou menos da minha idade, mas tinha as tatuagens mais lindas que vira em toda a minha vida. Tinha a meia-lua preenchida com contornos que lhe percorriam a cara e o pescoço até aos ombros. Ela também olhava para mim. Simplesmente sorriu-me sem dizer nada. Seria ela a tal Zoey? Seria ela a escolhida de Nyx de quem todos falavam?
-Hy, i’m Zoey Redbird. And you? – fantástico, porque raio não ia eu as aulas de inglês? Do que ela dissera só percebi Zoey Redbird. Era mesmo ela.
- Desculpa, não sei falar inglês. – ela estremeceu ao ouvir-me falar. Ficou sentada a olhar para mim um pouco confusa. Usei o meu dom para ver que emoções sentia ela naquele momento. Ela estava… feliz?
-Nyx, again i ask you to help me. Help us to communicate. – ela fechou os olhos e pareceu estar a rezar a Nyx. Não foi preciso muito para perceber o que estava ela a fazer e imitei-lhe o gesto.
-Nyx, mais uma vez peço-te para me ajudares. Ajuda-me a falar inglês. pouco depois senti um fluxo de energia dentro de mim. Zoey sorriu-me.
- Olá, chamo-me Zoey Redbir e se percebi bem tu és a Mariana? – Zoey começou a falar comigo e eu percebi tudo o que ela dissera.
-Sim, sou a Mariana. Estou tão contente por te ter encontrado!
-E eu estou contente por teres aparecido. – Zoey sorriu-me e estendeu-me a mão ajudando-me a levantar da cama. As palmas das mãos dela também tinham os mesmos contornos de tatuagem. Olhei em redor do quarto onde me encontrava e vi que estava uma cama a pouca distancia da minha. David! Como me esqueci dele? Desviei a mão de Zoey e corri para a cama que estava ao meu lado. Mas não era David que lá estava. Era uma rapariga loira, com tatuagens vermelhas. Ela abriu os olhos de repente e eram vermelhos o que me fez recuar de imediato.
-Stevie Ray! Finalmenet acordas-te!
-Quem é esta? – a rapariga olhou para mim.
-Chama-se Mariana, acabou de acordar. Encontramo-la à porta a atacar um Zomba-Corvos foi Nyx que a mandou!
-Ena, ela tem uma marca parecida com a tua, só que a dela é cor-de-rosa. – Stevie Ray virou-se para mim e sorriu-me.
-Porque tens os olhos dessa cor? – não me consegui conter e perguntei-lhe.
-Porque morri.
-Espera lá… -olhei para Zoey e novamente para Stevie Ray.
-Zoey, isso significa que também consegues ver os iniciados mortos? – as duas raparigas olharam uma para a outra e viraram-se para mim.
-A Stevie Ray morreu mas Nefert reencarnou-a a ela e a outros iniciados que ficaram assim. Formaram uma nova espécie de Vampyros. A Stevie Ray está mesmo aqui.
-Pois estou, eu não sou nenhum fantasma.
-Desculpa, é que como disseste que tinhas morrido pensei que a Zoey conseguia ver iniciados mortos como eu.
-Tu consegues ver iniciados mortos? – Zoey e Stevie Ray ficaram perplexas a olhar para mim. Foi então que lhes falei do meu dom de ver e falar com iniciados que Kalona matara durante o sono, falei-lhes também do meu dom de sentir e controlar as emoções e do dom que até agora desconhecera de andar por aí a disparar raios.
-Podem só dizer-me onde está o David? Ele está bem?
-Não te preocupes, o Dário está a tratar dele.

1 comentário:

ines disse...

fixe, fixe ;)