http://i1295.photobucket.com/albums/b634/Katleyy/letras-Coacutepia3_zpscc96821c.png

Poema: "Desespero", por Paula Perleques

Feliz encontro Filhas e Filhos das Trevas!

Hoje deixo-vos com um poema da nossa querida Paula Perleques, em que ela retrata o momento da morte do Heath. Espero que gostem e comentem!

Desepero, por Paula Perleques

Por um labirinto de sebes andando
Procurando o Guerreiro,
Quando de súbito vozes ouve,
Em silêncio tentou andar
Para que sua presença não sentissem.

Dentro da sebe ela sumiu
E o Anjo Negro com ele deu,
Com sua alma chamou gritando sua Vampira “Zoey”.

Ao sentir o seu chamado
Desesperada até si correu,
Seu Guerreiro, ao sentir seu desespero
Desesperado ao seu encontro foi.

O Anjo Negro matou-o,
Ambos presenciaram,
O consorte no chão morto caiu
E sua Vampira junto dele caíra,
Ficando assim
Presa entre os dois mundos…

Enviem também os vossos poemas, desenhos... sobre a saga para o email jwalter2412@gmail.com.

Benditos sejam!

1 comentário:

BiiGuerra disse...

Só de ler isto já me deu vontade de chorar outra vez :c
Ainda não comprei o Queimada, portanto não sei o que vai acontecer, mas fiquei tão triste com a morte do Heath :x