http://i1295.photobucket.com/albums/b634/Katleyy/letras-Coacutepia3_zpscc96821c.png

Escolhida - Crítica no blogue As Leituras do Corvo

"Zoey é uma iniciada escolhida pela deusa Nyx para desígnios especiais. A sua situação na Casa da Noite, contudo, afigura-se um pouco preocupante. Após a perda de uma das suas amigas e a descoberta de que existem objectivos obscuros por detrás de alguém que ela admirava, Zoey sente-se mais sozinha que nunca. E, como se não bastassem os desígnios da deusa, Zoey ainda tem de resolver a situação que se criou entre os seus três (sim, é verdade, três) namorados. Depois do que me pareceu alguma perda de ritmo no livro anterior (Traída), parece-me que este livro volta a aproximar-se do ritmo envolvente do início da série. E, se existem alguns pontos menos bons a apontar neste livro, o grande ponto forte a referir é, sem dúvida, o carácter viciante desta leitura, que nos prende do início ao fim. Outros aspectos positivos são a abordagem ao ambiente familiar de Zoey, muito bem pensado e capaz de criar empatia, o final, que nos deixa completamente em suspenso e ansiosos para ler o volume seguinte e o desenvolvimento de algumas personagens. Neste livro, destaco em particular a figura de Loren Blake, que nos é apresentado como uma personagem deveras fascinante, mas que se destaca principalmente pela forma como ganha, lentamente, o seu lugar na história, passando-nos uma ideia de si para depois nos surpreender com a sua imprevisibilidade. Também de referir, mas este tem sido desde o início da série, o aspecto que mais me chamou a atenção, o sistema hierárquico da Casa da Noite e os protocolos e rituais aí instituídos, aspecto de que gostei particularmente.Aspectos menos bons serão fundamentalmente uma escrita demasiado básica, que me parece ser uma tentativa propositada de transmitir uma linguagem adolescente, mas que resulta um pouco forçada, bem como os momentos de destaque dados às (múltiplas) ligações amorosas de Zoey, já que estes momentos quebram parte do ritmo da história e acabam por ser um pouco aborrecidos. Não é, portanto, nenhuma obra prima, mas, para quem tem acompanhado esta série e aprecia uma leitura leve, descontraída, com alguns momentos divertidos e um ou outro de verdadeira ligação emocional, então é possível que apreciem este livro. Eu gostei e fico à espera do volume seguinte: Indomável."

(O que acharam da crítica?)
Fonte

2 comentários:

JessiicaSeqeiraa disse...

Concordo Plenamente!

Maria Ateara TC disse...

Eu também :D