http://i1295.photobucket.com/albums/b634/Katleyy/letras-Coacutepia3_zpscc96821c.png

De Drácula a House of Night

Olá Filhos e Filhas da Trevas!

Trago-vos agora um post que achei interessante ao pesquizar na net. Fala sobre a evolução do modo como os vampiros são retratados.

"E nos dias de hoje perguntamo-nos: «Qual a diferença entre os novos vampiros e os antigos?». Acredito que quase nenhuma. Até Drácula se apaixonou. Toda a sua maldade foi devido a um grande amor. Acho que a diferença maior é de quem lê. Antigamente as pessoas que se dedicavam a esse tipo de leitura, a esses livros eram de pré-adultos a adultos. E tem mais, pessoas acima de 40 anos não se dedicam a esse tipo de leitura. Pois é, hoje não se tem idade para se apaixonar pelos vampiros. Talvez mais bonzinhos e na fase ainda da adolescência eles se preocupam mais en se apaixonar do que em matar.

Agora vamos às igualdades... nossa são muitas, eles não mudam quase nada. Vou listar o que os vampiros dos anos 40 e os vampiros da era da tecnologia têm de tão parecido:

1-São possessivos

2-A sede por sangue

3-A sensibilidade ao sol

4-Os «poderes»

5-Velocidade

Bem esses foram algumas coisas das quais eu me lembrei. É eles não mudam nadinha! Bem tá bom... as suas roupas são mais sofisticadas, são aceites na sociedade. Mas a personalidade... é a mesma, mesmo tentando serem vampiros da nova era.

Não sei se gosto mais dos novos vampiros ou dos antigos. E você?"

(Texto adaptado)

Sinceramente, acho que as capacidades físicas e os seus poderes se mantiveram mais ou menos na mesma, mas a forma como a sociedade encara os vampiros nas obras da "era da tecnologia" é diferente das antigas, não sendo, actualmente, caracterizados como monstros, agora ou são aceites ou integram-se sem conhecimento da população.

Espero que tenham achado interessante e que não deixem de dar as vossas opiniões!

Que Nyx vos acompanhe!

Fonte

Sem comentários: