http://i1295.photobucket.com/albums/b634/Katleyy/letras-Coacutepia3_zpscc96821c.png

Fanfic: Confused - Capitulo 13

Capítulo 13

Sim! A minha vida deu uma reviravolta completa! Agora tenho alguém do meu lado! Alguém com quem posso sempre contar! Um amigo verdadeiro que poderá ser a luz ao fundo do túnel!
Oh minha Deusa, parece que estou a fazer o guião de um programa televisivo infantil, daqueles em que aparecem pessoas mascaradas de coelhos gigantes. E ainda por cima no meu novo livro de Espanhol!
Estou na minha terceira aula da parte da manhã e, a única pessoa que conheço daqui, infelizmente, é a Barbie. Traz vestido uma camisola com um decote em V, uma mini-saia de ganga e umas sandálias de salto alto que ainda lhe realçam mais as pernas. A miúda parece ser uma substituta da Afrodite antiga, já que esta está numa fase de “Paz e Amor”.
Vê-la fazia lembrar o episódio da noite passada, mas de uma forma muito mais terrorífica. Cada detalhe da cena, cada imagem retida, uma por uma vinha de novo à minha cabeça.
-Eu não sabia que ela era assim, não tenho culpa que ela tinha reagido dessa forma! Alias, quem a traiu foi o namorado dela, não eu… - Ouvia-a a cochichar com alguém. Desde o inicio da aula que não parava de falar. Aquela rapariga parecia ter sérios problemas…
Suspirei de alívio quando finalmente tocou para acabar a aula e o professor Germy nos deixou sair.
Próxima aula: Esgrima. Vou levar uma abada.
***
Sim, eu disse que ia levar uma abada, não contava era que fosse da Zoey. Bem, depois de comparar-mos os horários de uma e de outra, chegamos à conclusão de que tínhamos três aulas juntas: Sociologia, Esgrima e Equitação.
-Bem bem, acho que me vou fartar de ti Zoey – Disse
-Eu também – Disse Zoey, a rir. Um riso nervoso que, apesar das suas palavras hoje de manhã, vinha a provar a tenção ainda existente entre nós. Era difícil aceitar uma verdade daquelas, e eu sabia bastante bem disso.
Sentámo-nos na nossa mesa do refeitório, ao lado das gémeas que já lá se encontravam. Damien e Jack ainda não tinham chegado.
-Bem meninas, há novidades? – Perguntou Shaunne
-Daquelas fresquinhas? – Inquiriu Erin
Do outro lado do refeitório vi Melody com o tabuleiro do almoço. Quando me viu sorriu-me, cumprimentando-me e eu fiz o mesmo. A marca dela já quase não se notava, nem parecia que tinha sido atacada. Isto interrogou-me durante toda a manha de aulas.
Estive com a Melody na primeira aula, e ela aparentava estar bem e tranquilizou-me, garantindo que não tinha sido nada demais. Reparei que a marca dela quase não se via, mas ela justificou-se dizendo que tinha um bom creme anti-cicatrizante. Infelizmente Neferet não tem a fama de chegar atrasada à aula e não nos deixou falar mais.
-Bem, na primeira aula estou sentada ao lado de Melody… - Comecei
-Sobre isso não! – Exclamaram as gémeas ao mesmo tempo
-Qual é o vosso problema? – Perguntou Zoey.
As gémeas olharam à volta para se certificarem de que ninguém as ouvia. Depois tiveram uma troca de olhares demorada entre elas e, ao fim de algum tempo, acenaram ao mesmo tempo em sinal de aprovação e viraram-se para nós.
- O problema e que nós estamos envolvidas nisso – Respondeu Erin, enquanto me engasgava a beber um trago do meu sumo.
-Mas vocês passaram-se ou que? A Melody podia ter morrido e foi uma sorte nós estarmos ali! Que raio vos passou pela cabeça para fazerem isso? – Não consegui controlar bem a voz e tenha a impressão que a elevei um bocadinho demais.
-Shhhh!!! – Disseram as gémeas em uníssono, pondo o dedo indicador sobre a boca.
-Porquê? – Sussurrou Zoey
-O que é que se passa? – Perguntou Damon por detrás delas. Vinha acompanhado por Jack. As gémeas deram um salto assim que ouviram a voz dele.
-Estávamos a ter uma conversa sobre… - Tentou Erin
-Sobre coisas – Ajudou Shaunee
-Coisas de miúdas
-Sabes brincos, colares, anéis, pulseiras
-Manicura, pedicura
-Depilação
-Coisas dessas
-De miúdas – Acrescentou mais uma vez Shaunee. Reparei no seu tique nervoso. Exibia um sorriso forçado de meio segundo.
Elas não queriam que Damon soubesse. Nem eu queria ter sabido. Bem, talvez queria.
-Vocês acham mesmo que acredito em vocês?
Elas acenaram ao mesmo tempo exibindo sorrisos bonzinhos e fofinhos. Mas era uma máscara, elas não eram aquilo que aparentavam ser, eram muito piores, pessoas más, quase assassinas que cometeram quase um crime por causa de qualquer caprichozinho que lhes tenha subido à memoria.
-Sim, elas estão a dizer a verdade – Disse eu, levantando-me da cadeira. – A verdade verdadinha. Quem duvida das gémeas? Elas eram incapazes de fazer algo de mal. Inofensivas. Queridas. Amigas de qualquer pessoas. Acredita na palavra delas, tens tudo a ganhar com isso.
Todos me olhavam absortos daquilo que tinha acabado de dizer. Nas gémeas vi uma chama de raiva.
Peguei no meu tabeleiro.
-Estou farta de ouvir falar sobre coisas de miúdas, sobre jóias, depilação e manicura. Acho que é a vossa ronda.
Mandei um sorriso forçado às gémeas e sai dali.
Eu sabia que elas estavam mais do que zangadas comigo, estavam furiosas. Sabia que as tinha atacado sem saber a explicação sobre o seu acto. Sabia que, como não queriam contar a Damon era uma coisa má. Sabia que Damon estava confuso. Sabia que Jack estava chocado. Sabia que Zoey estava atónica. Sabia que sabia coisas a mais.

4 comentários:

Anónimo disse...

muito bom.mas as gemeas agora sao más? :S

Anónimo disse...

muito bom.mas as gemeas agora sao más? :S

sara alves disse...

as gemeas mas???? bem kik reviravolta :s...

Serene Black disse...

cool...
but wtf???
now the twin are mean??
how can that be?