http://i1295.photobucket.com/albums/b634/Katleyy/letras-Coacutepia3_zpscc96821c.png

Fanfic: Desesperada- 2º Capitulo


2º Capitulo (Atenção: Spoilers pertencentes ao livro Escolhida e seguintes. Se só leste até Escolhida encontrarás spoilers também.).

Natacha
Uma das coisas que reparei enquanto Lenóbia me levava ao dormitório era que todos os caloiros ou vamps tinham uma espécie de insígnia.
- Lenóbia, porque é que todas as pessoas nesta escola têm uma espécie de insígnia na roupa? - perguntei.
- São símbolos que nos permitem destingir os alunos terceiranistas, quartanistas, quintanistas e sextanistas. O dos terceiranistas são o labirinto prateado da Deusa Nyx, representa um novo começo, como eles caminham o Caminho da Noite e aprendem os modos da Deusa. As asas douradas de Eros são o símbolo dos Quartanistas. Eros, o deus do amor, é a criança semente de Nyx. O símbolo lembra os quartanistas da capacidade de Nyx para amar e também representa o movimento contínuo dos estudantes adiante. O quinto emblema representa a carruagem dourada de Nyx que puxa um rasto de estrelas. A carruagem ilustra a continuação da viagem dos quintanistas no caminho de Nyx. Os sextanistas usam o emblema dos Destinos, as deusas do destino. As tesouras significam o fim do tempo dos alunos na Casa de Noite. E por fim os dos professores é em prata, a imagem de Nyx com os braços erguidos venerando uma lua crescente - explicou-me Lenóbia.
- Agora percebo, eu também tenho um?
- Sim está no teu quarto, em cima da cama juntamente com o teu horário.
- Ok, obrigada. Tenho um quarto só para mim?
- Não querida, são raras as pessoas com quarto individual, vais partilhar o quarto com uma caloira vermelha, Vénus.
- Não temos todos as marcas azul safira?
- Tínhamos, até à algum tempo se descobrir que a nossa antiga alta-sacerdotisa transformava os alunos que rejeitavam a mudança numa espécie de mortos-vivos sugadores de sangue, desculpa a expressão.
- Sem problemas, então tenho de ter cuidado com a minha companheira de quarto, ela pode-me sugar o sangue, não? - perguntei preocupada.
- Não te preocupes, Zoey é uma caloira especial, tem afinidade com todos os elementos, a melhor amiga dela também rejeitou a mudança e ela descobriu o que lhe tinha acontecido, que tinha sido transformada num “monstro”, então procurou maneira de a ajudar e como todos os seus amigos mais chegados têm cada uma afinidades com um dos elementos, lançaram um círculo, e Stevie Rae ficou a primeira vampira vermelha e todos os outros que eram como ela ganharam luas crescentes vermelhas. O vermelho é um escarlate mesmo da cor do sangue.
- Então eles já são bonzinhos?
- Sim, e é aqui o teu quarto.
Entrei no quarto, olhei em volta para me familiarizar com as mobílias. As camas eram de madeira preta, juntamente com as mesas de cabeceira e as secretárias de estudo. As estantes faziam contraste, pois em vez de serem de madeira preta eram de madeira branca mas ficavam lá muito bem. As colchas das camas eram em roxo clarinho, os cortinados e as almofadas eram cinzentos. Adorava o meu novo quarto.
- Olá - cumprimentei Vénus - sou a Natacha.
- Olá - disse-me ela com mau humor.
- Vénus tenta ser mais simpática, a Natacha é nova cá e não queremos que ela comece com o pé esquerdo, mostra-lhe a escola e sê amiga dela - disse Lenóbia.
- Sim, tanto faz - respondeu Vénus.
Lenóbia saiu do meu dormitório.
- Qual é a minha cama? - perguntei, mais ou menos para meter conversa.
- És do lado esquerdo, em cima da cama está o teu horário e a tua insígnia.
- Ok, obrigada. Já agora, onde é a casa de banho, estou aflitinha! - e isto não era mentira, estava mesmo aflita.
- Estás a ver ali uma porta ao fundo do quarto? – perguntou Vénus.
Acenei positivamente com a cabeça.

******
Quando voltei da casa de banho Vénus já tinha saído. Olhei para o relógio, era meia noite, reparei no horário e vi que era hora do intervalo, logo, devia ter tempo para encontrar a sala onde ia ter aulas. Saí do quarto, distraída.
- Desculpa, não te vi. Sou Natacha Vamp muito prazer - disse à rapariga com quem choquei, devia ser uma professora, pois tinha as marcas expandidas não só pela cara mas também pelo pescoço e ombros.
- Muito prazer, sou Zoey Redbird.
- A minha orientadora, Lenóbia, já me falou de ti, foste tu quem salvou os caloiros vermelhos e a vampira vermelha.
Zoey era linda, tinha cabelo preto comprido, marcas cor de safira expandidas (e era apenas uma caloira). De trás dela saiu uma rapariga com cabelos loiros, curtos e encaracolados, com uma camisa branca e com um colete de ganga por cima, calções de ganga e botas à cowboy. Mas esta não tinha marcas cor de safira mas sim vermelhas cor de sangue.
- Olá eu sou a vampira vermelha de quem falavas, sou Stevie Rae, mas agora não sou a única vampira vermelha, Stark é meu colega, somos nós que damos aulas aos vampiros vermelhos.
- Muito prazer, podem ajudar-me a encontrar a sala? Não sei onde fica, acho que estou perdida...

Sem comentários: