http://i1295.photobucket.com/albums/b634/Katleyy/letras-Coacutepia3_zpscc96821c.png

Fanfic: Confused - Capitulo 3

Olá Filhos e Filhas das Trevas!

A nossa querida autora da fanfic "Confused" já entrou em contacto connosco, e justificou-se. Estava sem internet e muito ocupada com coisas de faculdade e outros assuntos pessoais. Por isso, e a pedido dela, vamos postar hoje um capitulo da fanfic e Domingo tudo volta ao normal.


III

Capítulo

O ambiente mudou totalmente quando entramos na cantina e recebemos imensas exclamações referentes à descoberta da nova iniciada. Já as exclamações da Erin e Shaunee foram: “Ui ui, ficou com a Zoey”. Enquanto eu me ria delas, reparei que Zoey parou a meio do caminho. Olhei em frente e vi o miúdo mais giro que me tinha aparecido à frente (Era mais giro que o Zac Efron!), a conversar com Neferet.
Já me estão a dar os calores.
-Mia – Disse-me Neferet, dirigindo-se a mim – Este é o teu Orientador.
Apresentou-me e fiz aquele cumprimento estranho , apertando a o antebraço do humm… professor?!
-Olá – Disse-me de forma calorosa, o meu orientador, Erik Night.
Reparei como os olhos dele estavam dirigidos a mim, mas como se concentrava na Zoey. Eram de um azul intenso e hipnotizante. Faziam-me derreter completamente neles.
Controla-te Mia! Ele é professor, teu orientador e o ex da Zoey!
- Gostavas de almoçar comigo para te explicar regras básicas da Casa da Noite? – Perguntou-me, com a voz alta o suficiente para toda a gente ouvir. Sorriu-me e, apontando o dedo para Afrodite e Zoey acrescentou – Compreendo que te sintas mais à vontade com elas.
Oh minha Deusa, eu queria tanto dizer que sim, sim e sim minha coisa linda!
Olhei pelo canto do olho para Shaunee e Erin que erguiam a sobrancelha. Depois espreitei Zoey.
Coisa linda, fica para a próxima.
-Na realidade, acho que me sentiria mais à vontade com eles.
Ele fez um sorrisinho triste e assentiu com a cabeça, cabisbaixo.
Bem, acho que se ouviu um dramático “Oh!” a percorrer a sala toda.
Como sempre Mia, foste muito inoportuna!”
Só me restava pegar na comida mais calórica (que, por acaso, era uma febra grelhada) e reunir o resto do meu orgulho, para depois fugir dali para fora.
Bem, podia ter corrido pior.
***
- Então, gostaste da comida? – Perguntou Zoey, a rir.
Tirei o meu casaco do guarda-vestidos e vesti-o.
-Não a aconselharia a ninguém. – Respondi, rindo-me.
Olhei-me ao espelho e ajeitei a minha franja. Bem, não podia bem ser considerada uma franja, porque já me dava quase pela boca, por isso tento enfiá-la para detrás da orelha, para ver se fica lá quietinha.
-Vais aonde? – Perguntou-me.
Olhei para o chão e depois de novo para ela.
-A Neferet não gostou muito que eu tivesse recusado o convite do Erik e, como ainda faltam duas horas para amanhecer, ela acha que eu me devo encontrar com ele e… Bem falar um pouco – Suspirei – Ela acha que será melhor para mim se conhecer bem o meu orientador e tivermos uma boa relação, como se fossemos amigos. – Expliquei, de uma forma demasiado rápida.
Ela franziu a sobrancelha e murmurou algo que não consegui entender, mas que também não é difícil de imaginar. Peguei na minha caixinha de maquilhagem e contornei os olhos com o lápis perto, apliquei um bocadinho de gloss, de sombra azul e rímel.
Levantei-me e voltei a ver-me ao espelho. Eu tinha vestido um vestido incrivelmente bonito, azul safira a condizer com o contorno da minha meia-lua e dos meus olhos, curto e com um decote em V. O casaco era de malha, branco.
Olhei pelo canto do olho para uns brincos em forma de lua da Zoey.
-Importas-te que os use? – Perguntei, apontando para a última peça do meu puzzel.
Zoey hesitou antes de falar, tentando escolher bem as palavras. A sua aura começou a ficar de um verde musgo, mostrando desconfiança.
- Tu… vais apenas falar com ele ? É que mais parece que te estás a preparar para ter um encontro amoroso com ele, num restaurante chique à luz das velas, com uma cama de ouro ao vosso lado e com umas almofadas em forma de coração a dizer “Dorme com o teu orientador e talvez ele partilhe o teu sangue com o dele, tenham uma impressão e vivem felizes para sempre!” – Gritou-me.
Quis berrar-lhe também e dizer-lhe que tinha sido ela a criar a baralhada com os três namorados e que na realidade não merecia o Erik, mas, ao olhar-me ao espelho, tinha de admitir de que ela tinha razão e que eu reagiria também daquela forma se fosse ao contrário.
-Talvez tenha exagerado. Esquece os brincos. Só sinto… que tenho que ir arranjada percebes?
Ela semi-cerrou os olhos.
-Desculpa-me. Eu ainda não atinei lá muito bem com isto tudo. Vai e… lembra-te. O Erik é boa pessoa, além de às vezes parecer um gajo sacana, tem um bom coração.
-Humm, obrigada.
Levantei e despedi-me dela com um abraço e com uma troca de olhares que traduziam a palavra desculpa. Sim, íamos ser grandes amigas, e eu sabia disso melhor que ninguém, devido aos meus dons estranhos. Sorri-lhe antes de lhe fechar a porta.
Desci os degraus pesadamente e rezando para que não estivesse ninguém lá em baixo.
E, mesmo antes de lá chegar, já sabia que lá estavam três raparigas devido às suas auras e pensamentos demasiado óbvios para me parecer apenas uma intuição minha. Estavam sentadas em frente à TV a ver um programa da MTV, Made.
-Olha se não é a nova iniciada – Exclamou uma miúda com cabelo encaracolado e de um loiro Barbie. Estava com uns (mini) calções e um top a mostrar o umbigo com um piercing e com a mamas quase a sair para fora – Onde é que vais assim vestida? Bem, com um orientador daqueles não é para menos… ou já te estás a fazer a algum gajo?
- Na realidade, Barbie, eu vou encontrar-me com o Erik Night. – Respondi, com uma pitada de crueldade.
- Fogo! Mas sabes querida, a Neferet irá adorar saber. – Afirmou, erguendo as sobrancelhas, pensado que ia fazer chantagem. – Sabes que é proibido os vampes namorarem com iniciados na escola, não sabes?
-Barbie, não percamos o nosso tempo com esta… - Interferiu uma miúda com o cabelo vermelho vivo e muito estragado de ter sido, provavelmente, várias vezes pintado.
- A sério? Chamas-te mesmo Barbie? Bem, que falta de gosto. Deves ter mesmo a auto-estima muito em baixo. – Desafiei-a. Ela parecia um Pitbull pronto a atacar a qualquer momento. – Olha, eu também não quero perder tempo contigo, por isso se me dás licença…
No preciso momento em que me dirigia à porta, esta abriu-se sozinha e de lá saiu o meu orientador. Vinha também muito bem vestido, como se fossemos mesmo ter um encontro, tal como disse a Zoey.
- Olá – Disse, meia atordoada com a sua beleza sobrenatural. Assim que ele entrou esqueci tudo.
Esqueci-me da escola, da Barbie, da Zoey, que ele era meu professor, orientador, tudo. Era como se, assim que olhasse para ele, fizesse desaparecer tudo à nossa volta, como se estivéssemos numa dimensão só nossa, só Erik-Mia. Os meus dons também eram esquecidos e não conseguia ver mais nada para além daquela beleza inconfundível.
Naquele momento apetecia-me aproxima-lo de mim e beija-lo como nunca beijei ninguém antes. Mas ele era meu orientador e isso não era certo.
- Vim aqui porque me esqueci de te avisar para vires vestida rigor mas, acho que não é preciso – Disse segurando-me na mão e abrindo as portas do dormitório.
-Aonde vamos? – Perguntei, já que corríamos pelo jardim da casa da noite, de mãos dadas, até ao portão.
Nesse momento não consegui perceber se estaria feliz ou amedrontada pelo facto de estarmos a quebrar as regras tão restritas desta escola.
-Surpresa – Sussurrou ele, com uma voz tão delicada e encantadora que fez derreter todas as minhas inseguranças e ansiar pelo sítio para onde me levava

3 comentários:

Danyela ☾ disse...

OMG ............ até que enfim...mas esta Mia está a irritar...a sério...é o terceiro capitulo e já assim?? Tipo eu amo esta fic, mas ... Zoey com o Erik (pelo menos nesta fase da história) e nada de mais ninguem no meio!!! =(

Mas a fic é muito boa...
Continua!!!

BitizGuerra disse...

AMEI!!!

Eu desde que li o Indomável que passei a gostar + de Zoey+Stark, portanto a Mia que fique com o Erik xDD

Gosto buéeee desta fic *-*

Caty disse...

Uff... Finalmente. Esta é a minha fic favorita e a única que comento, além de seguir algumas das outras. Bem... eu também acho que Erik e Zoey... Mas o que a Zoey lhe fez não foi nada bonito e acho que a Mia deveria ter uma oportunidade com ele, visto que a Zoey também tem aos pés todos os que quer.
Adorei a fic, está mesmo fixe. Continua a escrever pois nós aqui estámos sempre anseiosos por Domingo!