http://i1295.photobucket.com/albums/b634/Katleyy/letras-Coacutepia3_zpscc96821c.png

Entrevista de P.C. e Kristin Cast para The Author Hour

Olá Filhos e Filhas das Trevas!

Desde já queria pedir desculpa pela entrevista que a minha colega postou traduzida de forma pouco rigorosa, mas isso era uma situação provisória até que eu terminasse a tradução completa. Vocês podem imaginar que traduzir uma entrevista deste tamanho não é algo que se faça em meia dúzia de horas, mesmo para quem perceba bem inglês. Para além de que eu queria ser o mais fiel possível nos nomes dos livros, procurando o titulo adoptado em Portugal, e as expressões das nossas queridas autoras, que como sabem são americanas. Mas aqui está ela, desfrutem e lamento qualquer constrangimento.

A entrevista:

'Olá pessoal!

Ainda vou estar na Escócia até à próxima semana, e principalmente sem acesso à Internet (conseguem acreditar?), mas pensei em postar esta amorosa entrevista que eu e a Kristin fizemos para a The Author Hour online. Têm em baixo a transcrição, mas podes ouvir-nos se fores aqui!

Vou entrar em contacto com vocês quando voltar para Tulsa. Estou a trabalhar no Queimada (Burned). Parece que talvez seja lançado a 27 de Abril! Façam fisgas para que o acabe a tempo.

Oh, e o que mais ando a fazer por aqui? Hum… bem… Ando a fazer uma viagem por Dublin (fui a uma espectacular livraria chamada Dubray Books no centro da cidade e autografei uma fotografia) E GANHEI UMA TATUAGEM! Oh, sim!

Beijos

PC

O TEU GUIA PARA UMA FANTÁSTICA FICÇÃO

Apresentada por Matthew Peterson

Ouve entrevistas dos teus autores favoritos todas as Quintas-feiras às 9 da manhã, horário do Pacifico/Meio-Oriente no VoiceAmerica.com Variety Channel.

Ouve a entrevista de graça!

Onde: VoiceAmerican.com Variety Channel

Date: Quinta-feira, 19 de Novembro de 2009

Horário: 9 da manhã, horário do Pacifico/Meio-Oriente

Se perdeste o programa ao vivo, não te preocupes. Podes sempre ouvi-lo nos arquivos.

Vampiros

P.C. Cast e Kristin Cast (autoras da série Casa da Noite dos mais vendidos do New York Times).

Nota: A seguinte entrevista foi transcrita de um programa de rádio. Pedimos desculpa por qualquer erro de dactilografia, escrita e gramatical.

Entrevista com P.C. Cast

Matthew Peterson: Ola e bem-vindos ao The Author Hour: O teu Guia para uma Fantástica Ficção, que pode ser encontrada em Author Hour. Eu sou o vosso apresentador, Matthew Peterson. A semana passada entrevistei Anne Rice, Ursula K. Le Guin, Brian Herbert, Kevin J. Anderson, e Orson Scott Card. Esta semana tenho um episódio com o tema vampiro, na companhia de P.C. Cast e Kristin Cast, Charlaine Harris, Laurell K. Hamilton, e L. J. Smith. Então sentem-se e desfrutem, enquanto nós falamos sobre Diários do Vampiro, Casa da Noite, Anita Blake: Caçadora de Vampiros, e Scookie Stackhouse, que inspirou Sangue Fresco no Home Box Office. Eu tenho P.C. Cast e Kristin Cast no programa de hoje, autoras da série que alcançou o 1º lugar nos livros mais vendidos, Casa da Noite, que é uma série de vampiros para jovens adultos. P.C. Cast também conhecida pelas suas séries Goddess Summoning, Partholon, e Divine, e cada uma ganhou prestigiosos prémios como Prism, Holt Medallion, Daphne du Maurier, Booksellers’ Best, e Laurel Wreath. Obrigado por virem ao programa de hoje senhoras.

Kristin Cast: Olá! Obrigado por nos receberes.

P.C. Cast: Sim.

Matthew Peterson: Então vocês são a equipa mãe e filha. O que vos levou a começarem a escrever juntas?

P.C. Cast: Bem, como disses-te, eu já tinha escrito muitas séries de adultos e tive a ideia para este vampyro [nota: nos seus livros, elas escrevem “vampiro” como “vampyro”] escrevendo uma série de escola que fosse do meu agrado. E não pensei que tivesse qualquer problema a escreve-la. Mas quando me sentei e comecei os primeiros três capítulos…

Kristin Cast: Ela percebeu que estava farta disso.

P.C. Cast: [risos] Eu não estava FARTA DISSO. Eu percebi que a minha adolescente dos anos 70 começou, assustadoramente, a sair cá para fora.

Kristin Cast: Assustador, muito assustador.

Matthew Peterson: [risos] Uh oh.

P.C. Cast: E foi mesmo assustador. Foi quando chamei a Kristin. E continuei a chama-la e a perguntar-lhe pequenas palavras, e então decidi, “Sabes que mais? Isto seria muito mais fácil se nós pudéssemos co-autorar. Eu escrevo, e então ela revê e tenta que eu não soe muito velha.”

Matthew Peterson: Sim. Então que idade tinhas quando isto começou, Kristin?

Kristin Cast: Tinha 19.

Matthew Peterson: 19 anos.

P.C. Cast: Sim, tinhas 19. [risos]

Matthew Peterson: [risos] Então ficaste entusiasmada quando a tua mãe disse, “Hei, queres co-autorar o livro comigo?”

Kristin Cast: Sim, porque na minha cabeça de 19 anos pensei que isto seria a minha plataforma para a fama.

P.C. Cast: [risos]

Kristin Cast: Então, eu estava muito entusiasmada. Estar com estas pessoas famosas, seria fantástico.

Matthew Peterson: [risos] Às vezes é uma experiencias solitária.

P.C. Cast: Sim, é melhor porque estamos juntas. Nós gostamos dessa parte, acho eu.

Kristin Cast: Sim.

Matthew Peterson: Agora P.C., eu percebo que serviste a Força Aérea dos Estados Unidos, e claro ensinas-te Inglês. Isso desempenhou um papel na tua escrita?

P.C. Cast: Oh claro. Tudo no meu passado tem impacto na minha escrita o tempo todo. Sim, a Força Aérea, juntei-me à Força Aérea com 18 anos, e isso foi durante os meus anos de formação. Eu penso que isso ainda existe em mim, podia ter lugar numa fundação de disciplina, sabes, os escritores são procrastinadores.

Kristin Cast: Sim!

P.C. Cast: [risos]

Kristin Cast: Sim, somos!

P.C. Cast: A Kristin está na minha casa agora a acabar uma história para a Harper Teen.

Kristin Cast: Porque não consigo escrever na minha casa, pois acabo a limpar ou algo assim.

P.C. Cast: [risos]

Matthew Peterson: Oh não. [risos]

P.C. Cast: Mas o meu fundo militar realmente ajuda-me, e então claro, acabei a ensinar por 15 anos, só parei de ensinar no Novembro passado, e isso realmente tem um grande impacto nos meus livros para jovens adultos.

Matthew Peterson: Qual é a melhor coisa em escreverem juntas?

P.C. Cast: Bem, eu sei o que é para mim, eu escrevo e depois faço o primeiro rascunho, então envio para a Kristin e isso permite-me fazer a verdadeira escrita, centrar-me na trama, no desenvolvimento da personagem e por qualquer coisa que queira na página, pois sei que ela está comigo. Eu sei que posso enviar isso para ela, e se tiver falhado algumas palavras da adolescência ou soar muito madura em algumas partes, sei que a Kristin vai apanhar essa erva daninha por mim.

Matthew Peterson: Ah, está bem. E Kristin, qual é a pior parte de escreverem juntas? [risos]

Kristin Cast: [risos] Ela pensa que está sempre certa.

P.C. Cast: Eu acho que estou certa quase sempre. [risos]

Kristin Cast: Mas ela não está. [risos] Contudo, isso tem um bocado dos dois lados, pois uma das melhores coisas em escrever com ela é poder provar, tantas vezes, que ela está errada, e ela até reconhece isso agora.

P.C. Cast: Eu realmente tenho que dizer, [olha] “Sim kristin, tinhas razão.”

Kristin Cast: Em mais do que uma ocasião!

P.C. Cast: [risos]

Matthew Peterson: Que engraçado! Dizes que eras uma adolescente nos anos 70, P.C.?

P.C. Cast: Sim.

Matthew Peterson: Tu precisas de uma dessas jovens velhotas para te manterem na linha. [risos]

Kristin Cast: [risos]

P.C. Cast: Eu preciso, realmente. Mas eu tive dezenas delas durante 15 anos, quando dei aulas.

Matthew Peterson: Sim. Bem, vamos então falar um bocado sobre a série da Casa da Noite. Kristin, podes dar-nos um pequeno sumário sobre o que fala a série da Casa da Noite?

Kristin Cast: Bem, é muito parecido com o liceu, se fores um vampiro, sugares o sangue das pessoas e tiveres afinidades com diferentes elementos. Aparte do sobrenatural, é apenas, tu sabes, a angustia de ir à escola e salvar o mundo.

P.C. Cast: [risos]

Matthew Peterson: Oh, só mais um pouco…

Kristin Cast: Já dei mais um pouco.

Matthew Peterson: Só mais um pouco para além disso. E os vampyros são apenas uma parte normal da vida, não são? Eles não estão no armário ou assim. Toda a gente sabe que eles existem, certo?

P.C. Cast: Sim. Toda a gente sabe que eles existem. Eles não estão muito integrados no nosso mundo sobrenatural, acho eu. Eles são poderosos, lindos, tendem a dominar as artes e fazer os humanos terem inveja deles.

Matthew Peterson: Oh, está bem.

P.C. Cast: Então isto é uma espécie de aliança complicada e é engraçada para brincar durante a dinâmica do enredo.

Matthew Peterson: E então, como é que os vampyros e os humanos co-habitam? Há ancinhos e estacas, e os humanos vivem assustados com esses vampyros ou os vampyros encontraram uma maneira de beber sangue sem afectar a humanidade?

P.C. Cast: Bem, aqui em Oklahoma há alguns ancinhos e esse tipo de coisas.

Matthew Peterson: [risos]

P.C. Cast: [risos] Há Casas da Noite pelo mundo todo e os vampyros têm, na maior parte deles, uma grande ética. Eles bebem sangue, criam uma impressão nos humanos e criam uma ligação com esse mesmo humano.

Kristin Cast: Eles não andam ai a matar pessoas.

P.C. Cast: Não, eles não andam por ai a matar pessoas, apesar de termos alguns vampyros vermelhos.

Kristin Cast: Sim.

P.C. Cast: E claro, é brincar com o medo do desconhecido.

Matthew Peterson: Yap.

P.C. Cast: E medo do que é diferente. E porque os vampiros isolaram-se muito nos seus pequenos bolsos de sucesso da Casa da Noite, e isso realmente joga com o medo que as pessoas têm de algo ser diferente e mais poderoso. Adicionando o elemento sobrenatural e tudo isso a coisa complica-se.

Matthew Peterson: E isto é uma novela de jovens adultos, quero dizer, a vossa personagem principal tem 16 anos: Zoey Redbird.

P.C. Cast: Sim, ela é marcada no inicio de… no inicio do Marcada, [risos]…

Kristin Cast: Bem… [risos]

P.C. Cast: … por coincidência, há uma mudança psicológica que acontece com alguns adolescentes. A ciência moderna não sabe porque. Eles sabem quando começa a acontecer, mas não sabem porque acontece com algumas crianças. Isso é uma processo que acontece durante quatro anos, onde o corpo do adolescente ou aceita a mudança e se transforma, ou evolui para um ser superior, um vampyro, ou o corpo rejeita a mudança, e a muitos deles acontece isso mesmo, e morrem terrivelmente.

Matthew Peterson: Oh, isso não é engraçado.

Kristin Cast: Muito desafortunado.

Matthew Peterson: Então isso é o papel do Marcada, já vi muitas maneiras de alguém se transformar num vampyro, e isso normalmente inclui ser mordido e a própria pessoa beber o sangue do vampyro, mas no universo que criaste, as pessoas tornam-se vampyros de uma maneira um bocado diferente.

P.C. Cast: É baseado na biologia.

Kristin Cast: É mais como uma evolução.

P.C. Cast: Sim. Isto tudo porque o meu pai é biólogo.

Matthew Peterson: Oh! Está bem.

P.C. Cast: E então, eu e ele sentamo-nos e falamos de ADN, resposta psicológica, evolução, e mudança, então decidimos basear a evolução nisso tudo, e é por isso que a magia da Casa da Noite é baseada na magia da terra. Não é como a magia do Harry Potter, como cada um de vocês sabe, nós também gostamos do Harry Potter, mas tu não podes, simplesmente, transformar alguém num rato.

Matthew Peterson: Sim.

P.C. Cast: É mais xamã do que isso.

Matthew Peterson: Bem, eu sou um grande fã de poderes mágicos e coisas do género. Então quais são alguns dos teus poderes preferidos dos vampyros?

P.C. Cast: Eu adoro a afinidade com os elementos. Zoey é a única iniciada que tem afinidade com todos os elementos. E no grupo de amigos dela, cada um tem afinidade com um elemento, um tem com o ar, outro com a terra, e eles podem manipular o seu elemento. Mas claro que isso tem um preço. No meu mundo, no nosso mundo, não temos poderes mágicos e não recebemos essas oferendas sem pagarmos um preço também.

Kristin Cast: E não é qualquer um que o tem.

P.C. Cast: Certo, não é qualquer um que o tem, sim.

Matthew Peterson: Oh, isso seria uma chatice. [risos]

Kristin Cast: [risos]

P.C. Cast: [risos]

Matthew Peterson: Tu vais para esta escola de vampyros e, do género, “Sim, sou apenas um vampyro normal.”

P.C. Cast: [risos] Mas eles têm todos um óptimo cabelo.

Matthew Peterson: Ah! Está bem.

Kristin Cast: Sim.

P.C. Cast: E eles tendem a ser muito bonitos também porque, tu sabes, como o meu pai diz, “Sábia-evolução, se és um predador e queres uma presa, tens que ter um certo aspecto." Então, enquanto te transformas em vampyro, vais ficando cada vez mais atraente.

Kristin Cast: Certo, porque a nossa sociedade gosta de gente bonita.

P.C. Cast: Yah!

Matthew Peterson: Sim, sim, é verdade.

P.C. Cast: E isto é matriarcal, por isso as raparigas são muito, muito bonitas.

Kristin Cast: Sim.

Matthew Peterson: Ah. Está bem. Eu li várias partes dos vossos livros e a vossa personagem principal tem namorados. [risos] Ela pode ter um, ela pode ter dois, ela pode ter três a uma certa altura.

P.C. Cast: Ela pode!

Matthew Peterson: Quero dizer, isto é uma coisa normal para os vampyros como, “Sabes, eu sou gira, eu tenho o rapaz que quiser.”

P.C. Cast: Esse é o teu campo Kristin. Força!

Kristin Cast: Bem, na sociedade matriarcal não é fora do normal uma mulher ter mais que um companheiro. No entanto, eles tem uma tarefa diferente cada um, como o protector e todas essas cenas, mas no mundo dos adolescentes acho mais do que saudável as raparigas namorarem com mais do que uma pessoa… ao mesmo tempo. [risos]

P.C. Cast: Uh, oh, tem cuidado.

Matthew Peterson: [risos] Sabes, eu concordo que é bom namorar com mais do que uma pessoa, especialmente quando somos jovens, porque podes ter para saber…

Kristin Cast: Exactamente!

P.C. Cast: Nós não gostamos da ideologia de que a Zoey, com 16 ou 17 anos, vá conhecer o homem que vai amar para o resto da vida! Ela ainda não pode escolher, vá lá.

Matthew Peterson: Eu sei. [risos]

P.C. Cast: Quero dizer, ela deveria namorar e vetar resmas de rapazes.

Matthew Peterson: Ya. Concordo completamente. Acho saudável saber o que realmente anda aí, em vez de estar com uma só pessoa.

P.C. Cast: Ya.

Matthew Peterson: Então, este ultimo livro, Tentada, Kristin, diz-nos um pouco sobre este último livro.

Kristin Cast: Bem, o último livro fala dos pontos de vista de todas as personagens. Não é apenas a Zoey… tens o ponto de vista da Stevie Rae, Heath, Stark, e claro, da Zoey, Afrodite, e de uma personagem mistério. Sim, é um pouco diferente. Nós fizemos isto meio para começar uma reviravolta na série para seguir os vampyros vermelhos, e isso fica mesmo fixe. Passas a conhecer mais sobre as personagens, principalmente a Afrodite. Eu chorei, sabes, umas três vezes, umas vezes de felicidade e outras de tristeza.

P.C. Cast: Sim, eu fi-la chorar três vezes neste livro. Adoro isso!

Matthew Peterson: Oh.

Kristin Cast: Oh [risos]

Matthew Peterson: Fizes-te a tua filha chorar. [risos]

P.C. Cast: [risos]

Kristin Cast: [risos]

Matthew Peterson: Então, estes livros têm sido um grande sucesso, quero dizer, Perseguida também saiu este ano e ficou em 1º lugar nos livros mais vendidos no USA Today e no Wall Street Journal. Estou estusiasmado por ver que estas a dar uma reviravolta às series, ou tens a intenção de o fazer.

P.C. Cast: Sim, nós temos definido os livros para trás. Nós meio que semeamos isso no Escolhida. Sim, também estamos entusiasmadas com isso. E eu até me diverti a entrar nas outras personagens, e os fãs vão adorar, porque temos grandes fãs de personagens como a Stevie Rae, e tu sabes que não poderia haver certos personagens se fosse tudo do ponto de vista da Zoey. Mas continuo a mostrar o ponto de vista da Zoey.

Matthew Peterson: Sim. Bem, isso é fixe. Muito obrigada senhoritas. Então, temos estado a falar com P.C. Cast e Kristin Cast, autoras de uma das séries mais vendidas do New York Times, Casa da Noite. Muito obrigado por terem vindo ao programa de hoje senhoritas.

Kristin Cast: Obrigada.

P.C. Cast: Obrigada. Foi divertido!

Matthew Peterson: Muito bem, vejam se vão a Author Hour para verem as perguntas bónus que não fizemos no programa ao vivo. Não vão embora, pois ainda vamos ter a seguir Charlaine Harris, Laurell K. Hamilton e L.J. Smith

Perguntas bónus:

Nota: Lembrem-se que tanto podem ler como ouvir, vão ao site dado acima.

Matthew Peterson: Deixem-me fazer-vos uma pergunta bónus.

P.C. Cast: Está bem.

Matthew Peterson: Muito bem, vou fazer uma pergunta pessoal, e assim meio divertida. Kristin, qual a coisa que mais gostas na tua mãe?

Kristin Cast: Oh.

P.C. Cast: Ai não! [risos]

Kristin Cast: [risos] Adoro que ela seja uma mulher independente e me tenha criado para o ser também, e isso é importante.

P.C. Cast: Ah, isso é muito simpático.

Kristin Cast: Não tens de quê.

P.C. Cast: [risos]

Matthew Peterson: Agora, P.C. é a tua vez. O que mais gostas na tua filha?

P.C. Cast: O que mais gosto. É difícil porque há muita coisa que aprecio e respeito nela. Gosto que ela seja ela mesma. E ela surpreende-me muito com a mulher em que se tornou, e eu gosto e respeito muito essa mulher.

Matthew Peterson: Deixa-me fazer-te outra pergunta, mesmo rápida. Oh, P.C. muito rápido, está a trabalhar noutro livro da Goddess?

P.C. Cast: Goddess, sim. O livro da Goddess Summoning, Goddess of Camelot*, estará nas lojas a 12 de Dezembro do próximo ano.

Matthew Peterson: Do próximo ano, está bem, está bem.

P.C. Cast: Sim, também estou a trabalhar no Queimada (Burned), o sétimo livro da série Casa da Noite.

Matthew Peterson: Na série da Casa da Noite, está bem. E agora uma pergunta engraçada. Se pudesses ter um poder de vampyro, qual seria?

P.C. Cast: Seria a afinidade com a terra.

Matthew Peterson: Pela terra, está bem.

Kristin Cast: Eu iria querer todos.

[Riem todos]

Matthew Peterson: Típico, típico!

Kristin Cast: Eu quereria todos.

Matthew Peterson: Claro!

Material extra que foi cortado do programa por falta de tempo.

Nota: Lembrem-se que tanto podem ler como ouvir, vão ao site dado acima.

Matthew Peterson: E, Kristin, ainda estás na Universidade de Tulsa?

Kristin Cast: Não.

Matthew Peterson:Está bem, mas frequentaste a Universidade de Tulsa?

Kristin Cast: Sim.

Matthew Peterson: Frequentaste. Os livros afectaram os teus estudos?

Kristin Cast: Não afectaram os meus estudos até o Escolhida sair para as lojas e ficar em… 2º?

P.C. Cast: Sim.

Kristin Cast: … na lista do New York Times. E depois disso tem sido um turbilhão de tournées e prazos e coisas diferentes de promoção. Só a partir daí é que houve impacto no que eu fazia.

P.C. Cast: E ela ainda vai à faculdade; ela apenas mudou de universidade e prioridade…

Kristin Cast: Certo, apenas já não estou lá.

P.C. Cast: … mas ela está por cá e vai à faculdade. É muita coisa para ela lidar, e sabes que quando as pessoas nos querem num evento eles têm-me a MIM.

Matthew Peterson: Sim, sim.

P.C. Cast: Porque ela não pode faltar a um teste ou uma aula particular, e eu digo, “Tens que estar aqui para fazê-lo.” Tu sabes, eu ainda sou a mãe/professora.

Matthew Peterson: Sim. Dez anos de Inglês. Bem, estou contente por vos ter às duas no programa.

***********

P.C. Cast: Então, eu ainda, tu sabes, os adolescentes ainda são, assustadoramente, parte da minha vida. Os meus ex-alunos não me deixam ir embora facilmente. Então, é como se eu ainda lhes desse aulas.

************

Matthew Peterson: O teu primeiro livro acabou de sair, quero dizer, não foi à muito tempo: 2007.

P.C. Cast: Maio de 2007, sim.

Matthew Peterson: Sim e chamava-se Marcada.'

* Esta colecção não foi traduzida em Portugal.

Fonte

3 comentários:

Anónimo disse...

Bem ... parabéns ! Nada comparada com a entrevista inicial :)


Ana ( Anusca )

Anónimo disse...

Escrita palpitante nesta página, postagens como aqui vemos realção a quem quer que observar neste blog :/
Realiza muito mais de este blogue, a todos os teus visitantes.

Casa da Noite ☾ disse...

Não percebi o que disses-te