http://i1295.photobucket.com/albums/b634/Katleyy/letras-Coacutepia3_zpscc96821c.png

Abandoned - 6º Capítulo

"Abandoned"

Capitulo 6: Novo

-ZOEY!
O grito vinha lá de baixo. Era Neferet!
“O que é que eu fiz agora?” pensei, mas tive o cuidado de limpar a mente antes de descer.
-Zoey?
-Sim?
-Quero que saibas que dentro de dois dias terás uma nova companheira de quarto!
Fiquei perplexa. Nunca me lembrara de que talvez alguém viesse substituir Stevia Rae.
-A sério? –esforcei-me por parecer despreocupada –Como é que se chama?
-Chama-se Alisha. Alisha Stevens.
-OK, obrigada Neferet! Suponho que vão preparar as coisas dela?
-Quais coisas?
-A farda, o material de casa de banho e assim…
-Oh, claro! Apanhaste-me distraída! Mas sim, vêm cá dois vampyros enquanto estiveres nas aulas!
-Bem, obrigada pelo aviso!
-De nada! E antes que eu me esqueça… -abriu a mala e tirou uma folha de papel escrita –O professor Loren é o orientador dela, ele pediu-me para te dar isto –e entregou-me a folha – É o horário da Alisha.
-Ok, obrigada Neferet!
-De nada! E se tiveres algum problema com a Alisha, ou ela estiver com um problema, fala comigo ao com o professor Loren, está bem?
-Claro!
Bolas! Não podia falar com nenhum deles!
Subi e fui-me vestir.
Quando desci, reparei em algo que me deu um nó no estômago: Erin, Shaunee, Damien, Jack, Cole e Erik estavam reunidos perto da televisão deles –visto que agora eu já não faço parte –a conversar. Deitavam-me olhares discretos e eu percebi que estavam a falar da cena da faca. Lágrimas solitárias deslizaram pela minha cara ao ver Erik a olhar para mim, deveras preocupado e com… medo!
Sai rapidamente, com medo de me desfazer em lágrimas, para a aula de Sociologia, mas alguém me barrou o caminho.
Afrodite atirou o seu cabelo louro (demasiado) perfeito para trás das costas e encarou-me.
-Lembras-te no favor que me deves?
-Lembro… -disse eu, a recordar o dia em que ela previra a morte da minha avó.
-Porque….?
-Porque preciso de falar contigo sobre ele, quando voltares das aulas.
-Tudo bem, depois falamos…
-Adeus!
-Ade… us? –ela já desaparecera.
Quando olhei para trás vi algo errado, outra vez.
Eles estavam a olhar para mim, como se estivesse maluca, mesmo à porta do dormitório.
Segui caminho, sem ligar a nenhum (Eu sou muito boa no jogo de ignorar as pessoas, tive de me habituar para que Kayla me contasse o que eu queria saber), e a pensar por que raio é que apareciam sempre na altura errada.
-Vê por onde andas!
-Desculpa! –murmurei, para o rapaz que acabara de pisar.
-Deixa estar. És a Zoey RedBird, não és?
-Sou. Porquê?
-Há muita gente a falar sobre ti…
-Já calculava…
Riu-se.
-Eu sou o Luke Nolls, mas trata-me por Luke!
-Nolls? –não pude deixar de me rir.
-Bem, foi o primeiro nome que me veio à cabeça…
-Nolls? Não podias escolher algo que existisse?
Ele riu-se comigo.
Foi quando reparei na sua cara. Era lindo. Tinha uns olhos azuis claros, meio cinzentos, muito perfeitinhos. Tanto a boca como o nariz tinham traços suaves, mas bem definidos, o que NÃO lhe dava um aspecto feminino, e um cabelo comprido e desalinhado de um tom castanho mel.
-Estás a avaliar-me?
Fiquei deveras embaraçada, e corei mesmo, mas como ele o dissera em tom de brincadeira, decidi dizer a verdade.
-Sim…
-E a nota?
-De zero a quê?
-Hum… De zero a dez!
-Deixa ver… nove e meio.
-E o que é que falta para o dez?
-Essa camisola é horrível!
-Ei!
Sorri-lhe.
-Querias que dissesse o quê?
-Queria que me mentisses.
-Deixa estar, minto para a próxima! Agora tenho de ir para sociologia!
-OK, vemo-nos um dia!
“Espero que sim!” ia responder, mas limitei-me a acenar com a cabeça. Pelo menos alguém que falasse comigo!
Passei o dia todo a pensar em Luke, e em como seria maravilhoso se Alisha e eu tivéssemos algo em comum. Talvez pudesse falar com ambos, e esquecer um bocado que o rapaz que eu amava e todos os meus amigos estavam a falar sobre mim, a comentar o facto de estar com problemas mentais.
Dei por mim na aula de equitação, a falar com Lenóbia.
-Zoey, hoje vens comigo fazer saltos. A Ashley vem connosco, montada no Twig, e eu vou a conduzi no StarLight.
Não preciso de dizer que estava super nervosa por ir fazer saltos, nem que o facto de partir o pescoço não me parecesse convidativo, porque isso era demasiado obvio, mas mesmo assim, não conseguia parar de pensar nisso.
Consegui fazer um total de cinco saltos de meio metro, o que seria bom para o inicio, se não tivesse falhado dez, no entanto, Lenóbia felicitou-me.
-Muito bem Zoey!
- Cinco em quinze?
-Pelo menos não caíste do cavalo!
-Pois… -e já me podia considerar sortuda!
Regressei ao dormitório para tomar banho, vesti-me e fui jantar.
Escusado será dizer que Luke se veio sentar ao pé de mim.
-Importaste?
-Não, senta-te!
-Obrigado!
-Não costumas jantar com outros rapazes?
-Costumo, mas estavas aqui sozinha… E pensei que não devia ser nada fácil ser o esquisitinho…
E não era.
-Deixa estar! Foi… a… Um pequeno desentendimento entre mim e o resto do meu grupo. Mas obrigada por teres vindo!
-De nada!
Devorei (ou devo dizer, devoramos) o frango assado com arroz enquanto conversávamos, e o ambiente descontraio imenso.
Dei por mim a falar das expectativas que tinha com Alisha e de como fora difícil perder Stevie Rae.
Já não desabafava assim à imenso tempo, e adorei fazê-lo, especialmente naquele momento.
Ele acompanhou-me ao dormitório, e despediu-se de mim como se fossemos amigos à anos.
Fui-me deitar a pensar como aquele dia tinha sido diferente.
“Isto é bom…” pensei “É algo… Novo! Mas uma novidade diferente… Uma boa novidade!”

Sem comentários: