http://i1295.photobucket.com/albums/b634/Katleyy/letras-Coacutepia3_zpscc96821c.png

Fanfic: Desesperada - 14º Capitulo


14º Capitulo

Zoey Redbird
Continuava maravilhada com a decoração daquela sala, e com o sabor daquela magnífica refeição cheia de calorias, tinha tantas saudades. E para não variar estava a beber uma cola.
- O comer está bom? – perguntou-me Stark.
- Está óptimo, foste tu que o fizeste?
- Sim, gostas mesmo? - não fazia a mínima ideia que ele sabia cozinhar. E como é que era possível não gostar?!
- Sim, não sabia que cozinhavas...
- Pois nem eu, foi a primeira vez, pedi uma receita à cozinheira da Casa da Noite.
- Onde estamos? - estava realmente intrigada para saber onde estávamos, conhecia quase todas as salas da Casa da Noite e nunca tinha visto esta.
- Arranjei esta pequena casinha que estava praticamente degradada, estamos no recinto da escola, mas na parte mais isolada.
O jantar tinha terminado, Stark levantou a mesa, levando os pratos, talheres, copos e isso tudo para outra divisão da pequena casinha, onde suspeito que seja a cozinha. No outro lado da pequena sala onde estava, estava um belo sofá cor de caramelo, uma televisão pequena e cinzenta e uma pequena mesa de centro.
- Vamos até ao sofá? - perguntei-lhe, de certa fora com as hormonas aos saltos, não queria sexo como era óbvio depois do que aconteceu com Loren, mas sentia necessidade de estar perto de Stark, de o beijar, de o abraçar...
- Claro! - achei que que estava tão entusiasmado quanto eu mas não disse nada, apenas lhe sorri.
Sentámos-nos no sofá, ele acendeu a televisão, estava a dar America’s Next Top Model, não estava a ligar muito ao programa, estava entretida a olhar para Stark, de repente ele virou-se para mim e “saltou-me” para cima literalmente (deitando-me no sofá) e beijou-me, os seus lábios eram quentes e suaves, a sua língua sabia a jasmim, mordi-lhe os lábios (sem querer) e Stark começou deitar sangue, não consegui resistir e bebi-lhe o sangue, estávamos ambos agitados. Ele com as unhas fez um corte no meu braço e bebeu de mim, já sabia o que aquilo significava, mas não queria parar, ele era realmente delicioso. Com pena minha ele acabou com aquilo.
- Isto não podia ter acontecido, agora temos uma impressão...
- E tu és mesmo saboroso - consegui dizer, feita parva.
- Tu também és, tens o sangue mais irresistível que alguma vez provei - aquilo deu-me a volta ao estômago, pois Stark falou como se já tivesse bebido de toda a gente menos de mim.
- Talvez fosse melhor voltarmos - disse-lhe.
- Também acho. Já devem andar à tua procura - perguntava-me porque ele achava que deviam já andar à minha procura mas não disse nada, saí-mos da pequena casa e corremos na direcção da casa da noite.
Ele deixou-me à porta do dormitório e beijou-me, despedindo-se de mim.
- Amo-te - susurrei-lhe.
- E eu a ti - respondeu-me ele, entrei no dormitório e dirigi-me ao meu quarto, Stevie Rae já lá devia estar pois o sol estava prestes a nascer... Abri a porta e estavam lá todos: Stevie Rae, Damien, as Gémeas e até Natacha.
- Olá malta - cumprimentei-os.
- Ola Zoey – saudou-me Damien.
- Onde.. - começou Erin.
- ...estiveste?- completou Shaunee, como sempre.
- Fui jantar com o Stark e acabei por... - não sabia se devia contar-lhes, e aquele meu pressentimento disse-me que era melhor não, por enquanto.
- Por? - perguntou Natacha, com os olhos a brilhar de curiosidade.
- Por ter um jantar maravilhoso, o melhor que já tive, estava tudo fantástico. – e isto não era necessariamente uma mentira.

Sem comentários: