http://i1295.photobucket.com/albums/b634/Katleyy/letras-Coacutepia3_zpscc96821c.png

Fanfic: Forgiven - 17º Capitulo

- Hey, Zoey!
- Afrodite? – ela agarrou-me no braço e enfiou-me no quarto dela
- Tenho novidades: ontem vieram dois novos Iniciados
- Sim eu sei, a Samantha é uma deles e é a minha companheira de quarto – interrompi-a
- Pois… mas digo-te o outro é tão giro! Se eu não gostasse do Dário até que fazia por ele ser meu – esta miúda estava a pôr-me nojo
- Mas pronto, saberás mais tarde dessas tretas todas quando as Gémeas se lançarem sobre ti com as suas tricas manhosas de maradas
- Afrodite – decidi avançar com uma coisa parecida com o que as Gémeas costumavam dizer a Damien acerca do vocabulário, mas mais ao meu estilo: parolo, ridículo e totalmente sem sentido – se queres tomar o pequeno almoço vai lá abaixo, mas não esperes que te sirva as torradas que o meu cérebro está a fazer com esta tagarelice toda
- Credo, tu tens cérebro?! – lancei-lhe um olhar fulminante, ao qual ela desviou o seu – Bem, desculpa esta foi mazinha
- Vês?, as pessoas gostam mais de falar contigo quando sabes ser simpática – sorri-lhe
- Não interessa! Eu vou-me embora
- Bom, precisas de boleia?
- Zoey, vê se a tua lentidão apanha isto: Eu vou-me embora da casa da noite para sempre!
- Como? Porquê? Quando?
- Talvez de carro; porque sou humana outra vez, e isto é só vampiros que me metem uma inveja doida; talvez amanhã ou depois; respondendo respectivamente
- A sério, é que eu pensava que ias de barco; porque tinhas morrido; e que tinhas ido ontem. Oh Afrodite; o que eu quero dizer é: Qual a verdadeira razão para te ires?
- Não é que eu queira dar esse prazer às GMMP, mas…
- Hã? – interrompi-a
- Abreviatura de Gémeas Mesmo Maradas e Parolas. Posso ser loira, mas ainda sei utilizar siglas e abreviaturas! Bem, vou-me embora porque não sabem como eu fiquei assim e não querem que me aconteça nada, por eu ser humana e estar no meio de vampiros, blá, blá, blá…
- Ah… Mas voltas?
- Isso é o melhor: posso voltar quando eu quiser! Bem, depois das aulas mesmo mazinhas que terei de ter com humana… que treta de vida… mas pronto, achei que gostasses de saber, visto que sou a tua grande inimiga e blá, blá, blá…
- Hey, a minha inimiga é a Neferet, mas não deixa de ser por isso que eu te odeie de morte. Mas sempre que precisares estou cá – sorri-lhe, afinal de nos odiarmos, podíamos chamarmo-nos de amigas, ou pelo menos uma amostra
- Temos não-amizade?
- Óbvio! – revirei os olhos e abracei-a. Pois, uma espécie de amizade – olha fica até domingo – as palavras saíram da minha boca ao mesmo tempo que ecoavam em mim. Mas que raio haverá domingo?
- Porque?
- Sei lá, era só o que estava para sair de dentro mim que nem um vómito! – resmunguei
- Ainda tenho elixir na casa de banho – eu revirei os olhos e olhei para o relógio de parede no quarto dela
- Bolas, tenho de ir, disse à Samantha que tomava o pequeno almoço com ela e com os outros, por acaso não queres vir?
- E perder a excelente oportunidade de espicaçar as Gémeas? Nem por mil ilhas que me dessem eu perderia isso – tãããão fútil!
- Vocês as três amam-se profundamente não é? – disse no gozo, enquanto ia buscar Samantha ao quarto com Afrodite ao pé de mim
- Visto desse ponto é um amor cheio de violência doméstica – ela escolheu os ombros e eu ri-me
Pus a mão na maçaneta e senti-me um pouco desconfortável. Como se lá dentro houvesse uma surpresa à minha espera
Não tardei a perceber porquê…
- É nestas situações que as pessoas/vampyros/iniciados costumam dizer “AI MÃEZINHA”!- saiu-me
- Finge que és uma delas – Afrodite disse-me a rir-se da situação
- AI MÃEZINHA!
- Olá Z!
- Olá Zo!
- Olá Zoey!

2 comentários:

Danyela ☾ disse...

Adorei.quero mais!!
bjs***

☾ ănă ☾ condє ☾ disse...

ó menina não podes fazer as coisas mais depressa
adorei continua linda

beijo Bia **

**Ana