http://i1295.photobucket.com/albums/b634/Katleyy/letras-Coacutepia3_zpscc96821c.png

Fanfic: Confused - Capitulo 5

Capítulo V

Abri os olhos e olhei em redor. Estava no quarto, mas a cama da Zoey estava vazia e já feita. Tentei levantar-me mas sentia-me tonta. Levei a mão à cabeça. Estava quente, muito quente. Sentia a garganta seca e arranhada, como se tivesse estado a cantar a noite toda até as minhas cordas vocais cederem.
Mas eu não estivera a cantar durante a noite. Estivera com o Erik, acho… Quer dizer ele beijou-me e levou-me a um restaurante muito chique e depois disse “Sou eu! Sou eu!” e…
Desmaiar? Eu? Nunca desmaiei na minha vida enquanto humana como é que desmaiaria como iniciada vampira?
Devo ter sonhado isto tudo, teria sido bom demais para ser verdade.
Ajeitei a almofada e enrosquei-me mais nela. Hoje será o meu “oficial” primeiro dia de aulas e ainda não percebi absolutamente nada sobre o meu horário. O meu orientador não me explicou isso, nem sequer no sonho, nem a Zoey, nem a Afrodite, nem as Gémeas, nem o Damien nem o Jack. Bem, acho que na minha lista de “pessoas que me deviam ter explicado o horário” devia estar reduzida a apenas Erik e Zoey.
Enfim…
Escola! Essa coisa ainda existe!
Levantei-me sobressaltada e olhei para o despertador verde alface pousado em cima da minha mesinha de cabeceira e que não parava de dizer tic tac. Oh minha Deusa, eu já devia estar mais do que pronta para ir para as aulas.
Sai da cama, além de me ter custado muito, e vesti a primeira coisa que me apareceu no guarda-vestidos: Umas calças de ganga e uma T-shirt laranja, com qualquer coisa escrita. Peguei na escova e ajeitei apressadamente o cabelo. Maquilhagem… Não há tempo. No entanto dei por mim a aplicar um bocadinho de gloss e lápis preto.
NÃO HÁ TEMPO!
Pousei rapidamente o lápis e obriguei-me a sair dali antes que me voltasse a desobedecer. Passei pela cozinha e comi apressadamente uma barra de cereais light enquanto examinava o meu horário. Sociologia para vampiros? Desta é que eu não estava à espera.
***
A minha primeira aula correu bem. Não havia lá ninguém que eu conhecesse, infelizmente, mas conheci uma rapariga muito simpática e que me orientou para o resto da manhã de aulas. Chamava-se Melody.

-Melody? Foste tu que escolheste esse nome? – Perguntei à rapariga com quem dividia a carteira. Tinha cabelos negros e os olhos verdes. Uns lábios finos e umas maçãs do rosto muito salientes.
-Sim, adoro música. O meu sonho é seguir uma carreira na música e ganhar muita fama com isso. Toco piano e guitarra e também canto.
-A sério? – Perguntei surpreendida. Eu nem piano nem guitarra tocava, e quando canto é para os outros fugirem a sete pés de mim.
Ela acenou afirmativamente com a cabeça enquanto corava.
-Olha, já agora, dás-me uma ajudinha com o horário? – Perguntei, esticando o papel para ela. Ela explicou-me para que sala me deviria dirigir, em que piso se encontravam e que haviam algumas aulas que tinha o direito a escolher a disciplina.
Entretanto a professora, que era a Neferet, entrou na sala e deu início à aula.
Pelo menos não tinha chegado atrasada.

Bem, agora tenho que ir almoçar. Sim, sei onde fica a cantina, aliás, estou quase em frente à porta, pronta para a abrir, mas há algo que não bate certo. Não tenho a certeza daquilo que se passou ontem e é estranho a Zoey ter desaparecido assim sem mais nem menos e sem me ter acordado e avisado que estava atrasada.
Entrei finalmente na cantina e olhei para a mesa onde me sentei ontem. Estavam lá as gémeas e o Damien e o Jack, mas nada de Zoey e Afrodite, para não falar do Erik mas bem, ele era uma espécie de professor, ou talvez professor mesmo…Oh Bolas, agora não sei o que realmente aconteceu ou não.
Boa Mia, muito bem sua cabeça de alho chocho, agora não sabes distinguir a vida real do sonho?!
Vou mas é acabar (e já!) com esta palhaçada. Mas pergunto a quem? Ao Erik?
Encaminhei-me para dentro da cantina, tirei uma salada e dirigi-me para a beira dos meus novos amigos. Primeiro falo com os meus amigos e tento escutar-lhes a mente, depois tomo medidas mais drásticas.
-Olá Mia – Cumprimentou-me Damien. Achei-o tão simpático quando o conheci, mas fiquei chocada quando soube da sua orientação sexual. Quer dizer, ele até é giro e não se comporta como um gay.
-Olá a todos! – Cumprimentei
-Olá! – Cumprimentaram, em uníssono, as Gémeas.
-Como foi a tua primeira noite como iniciada na Casa da Noite? – Perguntou-me Jack a sorrir. Oh, que querido.
-Confusa, muito confusa.
-Ai ai gémea, o que será que está no centro dessa enorme confusão? – Perguntou Erin.
-Não sei gémea… Ou será que sei? – Interrogou-se Shaunee.
-Sabes sim gémea, e acho que todos sabemos – Afirmou Erin e olhou para todos. Ambos assentiram em sinal de aprovação. Aproveitei o momento e o rumo da conversa e escutei a minha intuição. Eles achavam que era por causa da Zoey. Que ela já tinha traído a minha confiança, como eles achavam que tinha feito com eles. Oh boa, eles também não sabiam de nada.
-Onde está a Zoey? – Perguntei, tão repentinamente que até os assustei.
-Sinceramente não sabemos Mia – Explicou-me Damien – Mas não é muito difícil de descobrir. - Supôs
-A Zoey não está – Começou Shaunee
-A Afrodite idem aspas – Continuou Erin
-Soma-se dois mais dois… - Prosseguiu Jack.
E ficaram todos a olhar para mim. Era eu que tinha de finalizar o puzzel? Bem, com tantos olhos a fitarem-me intensamente, pus os meus neurónios a funcionar. Oh credo! Nem era preciso tanto!
-Estão juntas – Disse finalmente
Todos me aplaudiram.
-Temos progressos! – Afirmou Erin e todos nos partimos a rir.
Sim, eles são demais, mas com esta piada toda ainda não consegui descobrir nada sobre a noite de ontem.
Vi pelo canto do olho o Erik a sair da cantina dos professores e, comendo o resto da comida em apenas duas garfadas, segui-o para o exterior.

2 comentários:

BitizGuerra disse...

Ameiii!!!
Continua a escrever! :D

Danyela ☾ disse...

Adorei!!! Por favor quero mais!!!
bjs***